Uso de quetiapina em transtorno de humor bipolar de início precoce

O transtorno do humor bipolar de início na infância e adolescência tornou-se um grande desafio aos profissionais que atendem a essa população, bem como a quem se dedica a estudá-la com mais profundidade. Primeiramente, isso se deve à dificuldade em se fechar o diagnóstico clínico e também em se estabelecer uma terapêutica medicamentosa eficaz, segura e permanente. Diferenças no padrão de ciclagem, predominância de fases mistas, gravidade das crises e a necessidade de se utilizar associações farmacológicas tornam o tratamento do transtorno bipolar de início precoce bastante complexo, exigindo uma gama maior de possibilidades terapêuticas. O caso apresentado relata a experiência com o uso da quetiapina em um paciente com o diagnóstico clínico de transtorno do humor bipolar de início na infância e adolescência, que começou aos 12 anos, e cuja resposta aos diferentes esquemas se mostrou insatisfatória. O uso da quetiapina mostrou-se eficaz no controle da crise e na estabilização do humor neste caso.

Transtorno bipolar; quetiapina; adolescente; tratamento


Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 5311/202, 90610-001 Porto Alegre RS Brasil, Tel./Fax: +55 51 3024-4846 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@aprs.org.br