Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, Volume: 30, Issue: 3, Published: 2008
  • 70 years of APRS: be a part of our history Palavra Do Presidente

    Lejderman, Fernando
  • The considerable change in Iberê Camargo’s cyclists Sobre A Capa

    Zielinsky, Mônica
  • Ethics in scientific publication Editorial

    Shansis, Flávio; Teitelbaum, Paulo Oscar
  • Patient informed consent in case reports: current practice in our country Editoriais A Convite

    Teitelbaum, Paulo Oscar
  • Science and ethics in publications in Psychiatry: the role of conflicts of interest Editoriais A Convite

    Mendlowicz, Mauro V.
  • Use of electroconvulsive therapy at Instituto de Psiquiatria, Universidade Federal do Rio de Janeiro, from 2005 to 2007 Artigos Originais

    Pastore, Daniele Lauriano; Bruno, Leandro Marchetti; Nardi, Antonio Egidio; Dias, Allan Gonçalves

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Este estudo teve como objetivo comparar os dados atuais sobre a eletroconvulsoterapia (ECT) no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro a dados de estudos anteriores e a pesquisas relacionadas ao tema em outros países. MÉTODO: Foram analisados prontuários de junho de 2005 a junho de 2007, reunindo um total de 69 pacientes que realizaram ECT no período e avaliadas as seguintes categorias: sexo, idade, diagnóstico, indicação e número de aplicações de ECT realizados por paciente. Além disso, foram coletadas informações subjetivas sobre a remissão dos sintomas na evolução desses pacientes. RESULTADOS: Observou-se um predomínio do sexo feminino (71%). A média de idade dos pacientes foi de 41,3 anos (p = 13,7). Os principais diagnósticos encontrados foram esquizofrenia (49,3%) e transtorno afetivo bipolar (27,5%). A indicação mais comum foi a heteroagressividade, seguida da tentativa de suicídio e da auto-agressividade. A média de número de ECT realizados por paciente foi de 8,2. De um modo geral, houve remissão dos sintomas no curto prazo após a realização desse método de tratamento. CONCLUSÃO: As aplicações da ECT no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro estão de acordo com os critérios e recomendações da Associação Mundial de Psiquiatria e com o modelo utilizado nos países comparados. Houve uma manutenção geral dos padrões utilizados nessa terapêutica no instituto. Além disso, a ECT se mostrou um bom método para remissão de sintomas graves no curto prazo.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The objective of this study was to compare current data on electroconvulsive therapy (ECT) at Instituto de Psiquiatria, Universidade Federal do Rio de Janeiro to previous studies and related research in other countries. METHOD: Medical records of 69 patients who were submitted to ECT were analyzed from June 2005 to June 2007, evaluating the following categories: sex, age, diagnostic, indication and number of ECT sessions each patient received. In addition, subjective information about remission of symptoms was collected in the evolution of these patients. RESULTS: There was a preponderance of females (71%). Mean age of patients was 41.3 years (p = 13.7). The most frequent diagnoses were schizophrenia (49.3%) and bipolar disorder (27.5%). The most common indication was interpersonal violence, followed by suicide attempt and self-injury. Mean number of ECT sessions received by each patient was 8.2. In general there was remission of symptoms in the short term after using this method. CONCLUSION: Use of ECT at Instituto de Psiquiatria, Universidade Federal do Rio de Janeiro is in agreement with the criteria and recommendations of the World Psychiatry Association and with the model used in other countries. There was general maintenance of the standards used for this treatment at Instituto de Psiquiatria. Furthermore, ECT proved to be a good method for remission of severe symptoms in the short term.
  • Profile of users of the VIVAVOZ telephone service on drugs of abuse Artigos Originais

    Souza, Marilise Fraga de; Kohlrausch, Eglê Rejane; Mazoni, Cláudia Galvão; Moreira, Taís de Campos; Fernandes, Simone; Dantas, Denise Conceição Mesquita; Ferigolo, Maristela; Barros, Helena Maria Tannhauser

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O abuso de drogas é um problema importante de saúde pública, e intervenções telefônicas são utilizadas como uma modalidade de tratamento. Objetivou-se descrever o perfil sociodemográfico, o padrão de consumo e a dependência de substâncias psicoativas dos usuários que buscaram auxílio em um serviço de teleatendimento para drogas de abuso. MÉTODOS: Foram utilizados os dados do 1º ano de funcionamento do serviço, coletados por consultores previamente capacitados, através de protocolo informatizado. Foram aplicados instrumentos para caracterização sociodemográfica, padrão de consumo e dependência dos usuários. Utilizou-se estatística descritiva para estimar a distribuição das variáveis, e os dados apresentam-se em freqüências. RESULTADOS: No período, foram atendidas 28.257 ligações, sendo 7.956 incluídas no estudo. No total, foi encontrada maior prevalência de mulheres, estudantes, solteiros, maiores de 35 anos, com ensino fundamental incompleto e renda familiar menor que cinco salários mínimos procurando o teleatendimento. Dentre os usuários de drogas, predominaram homens, de 18 a 25 anos. As drogas mais utilizadas foram tabaco, maconha, álcool e cocaína. O uso de tabaco foi semelhante para ambos os sexos. Indivíduos do sexo masculino usaram mais drogas ilícitas. A maioria dos usuários era dependente, sendo que os homens apresentaram maiores índices de dependência para tabaco e solventes. CONCLUSÕES: Esses resultados traçam o perfil do usuário que procura auxílio telefônico para a questão de drogas, e revelam a importância desses serviços à população, auxiliando no direcionamento de ações preventivas.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Drug abuse is a major public health problem. Telephone interventions have been used as a treatment method. This study aimed at describing the sociodemographic profile, consumption pattern and dependence on psychoactive substances of individuals seeking help in a telephone service on drugs of abuse. METHODS: Data were collected by previously trained consultants using an electronic protocol throughout the first year of the service. Instruments were applied to find the sociodemographic profile, consumption pattern and dependence of drug users. Descriptive statistics was used to estimate distribution of variables, and the data are presented as frequencies. RESULTS: Throughout the study period there were 28,257 calls, of which 7,956 were included. In total there was higher prevalence of women, students, single individuals, older than 35 years, with incomplete primary education and family income lower than five minimum wages. Men aged 18-25 years were prevalent in the sample. The most frequently used drugs were tobacco, cannabis, alcohol and cocaine. Tobacco use was similar for both genders. Males used more illicit drugs. Most drug users were dependent, and men had higher rates of addiction to tobacco and solvents. CONCLUSIONS: These results outline the profile of individuals who seek care through a telephone service, showing the importance of these services for the population and guiding preventive actions.
  • Depressive symptoms in climacteric women evaluated by the Center for Epidemiological Studies Depression Scale Artigos Originais

    Fernandes, Rita de Cássia Leite; Rozenthal, Marcia

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo foi avaliar a sintomatologia depressiva em mulheres climatéricas com a escala de depressão CES-D (Center for Epidemiological Studies Depression Scale), do National Institute of Mental Health (EUA). MÉTODO: Estudo transversal com 151 mulheres entre 40 e 65 anos de idade, usuárias de serviço de ginecologia geral em unidade de atenção básica à saúde no Rio de Janeiro. Aplicou-se a escala CES-D e um questionário estruturado para a obtenção de dados sociodemográficos, clínicos e ginecológicos. O nível de corte > 15 pontos na CES-D foi considerado como indicativo de quadro depressivo. RESULTADOS: A média de pontuação da amostra foi de 9,2 pontos (desvio padrão = 9,0). Os itens mais pontuados da escala foram relativos à insônia, tristeza e desânimo. Não houve associação significativa entre os escores e o período climatérico, características sociodemográficas, clínicas ou ginecológicas, exceto para as mulheres com presença de sintomas psíquicos, histórico depressivo pregresso e uso atual de antidepressivos (p = 0,000). Entre as 32 mulheres (21%) com pontuação > 15 na CES-D, 72% referiram episódio depressivo pregresso. Dentre as participantes sem histórico depressivo, as perimenopáusicas apresentaram escores > 15 com maior freqüência. CONCLUSÃO: Essa casuística, oriunda de serviço não-especializado em menopausa ou saúde mental, revelou baixas pontuações médias na escala de sintomas depressivos CES-D, e o item insônia foi o mais pontuado. O histórico de depressão foi fator de associação com a alta pontuação na escala, mas não a fase climatérica em que a mulher se encontrava. A maior freqüência de pontuação acima do nível de corte nas mulheres sem histórico depressivo pregresso que estavam na perimenopausa sugere a maior vulnerabilidade, nessa fase, a episódios depressivos novos.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The objective of this study was to evaluate depressive symptoms in climacteric women using the Center for Epidemiological Studies Depression Scale (CES-D) from the National Institute of Mental Health (USA). METHOD: This is a cross-sectional study carried out in a gynecological outpatient unit in Rio de Janeiro, Brazil, including 151 climacteric women between 40 and 65 years of age. The CES-D was used to assess depressive symptoms and a structured interview obtained sociodemographic, clinical and gynecological data. A score above 15 points on the CES-D was considered as a cut-point for depressive state. RESULTS: Mean CES-D score was 9.2 points (standard deviation = 9.0). Insomnia, sadness and despondency had the highest scores. There was no significant association between CES-D scores and the climacteric period, sociodemographic, clinical or gynecological characteristics, except for women with psychiatric symptoms, history of depression or on antidepressants (p = 0.000). In 32 women (21%) who scored > 15 on the CES-D, 72% had already suffered from a depressive state. Women with no history of depressive disorder scored more frequently above 15 when they were perimenopausal. CONCLUSION: This sample of climacteric women, from a non-specialized mental or menopausal health service, had low mean scores on the CES-D, with the item insomnia being the most highly scored. History of a previous depressive episode, but not the woman's climacteric period, was a risk factor for higher scores on the CES-D. In the group of women with no history of depression, the perimenopausal women had more scores above the cut-point. This fact may suggest that the perimenopause is a period of higher susceptibility to new onset of depressive episodes.
  • Infertility: association with common mental disorders and the role of social support Artigos Originais

    Cunha, Maria do Carmo Vieira da; Carvalho, João Alberto; Albuquerque, Rivaldo Mendes; Ludermir, Ana Bernarda; Novaes, Moacir

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O diagnóstico da infertilidade pode ser devastador na vida de um casal. Muitas mulheres inférteis percebem a situação como estigmatizante, causadora de sofrimento psíquico e isolamento social. O estudo objetivou determinar as variáveis econômicas, demográficas, interpessoais, sociais e também a prevalência de transtornos mentais comuns na população de mulheres atendidas nos ambulatórios de referência de esterilidade do Hospital Agamenon Magalhães, Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros e Instituto Materno Infantil de Pernambuco e encaminhadas ao Ambulatório de Saúde Mental em Reprodução Humana do Hospital Universitário Oswaldo Cruz. MÉTODO: A pesquisa foi transversal, durante o ano de 2007, com um total de 60 pacientes, que responderam a dois questionários auto-aplicáveis: o Self-Reporting Questionnaire-20 (SRQ-20) e outro, formulado pela pesquisadora. RESULTADOS: Das 60 mulheres pesquisadas, 55% tinham 31 anos ou mais. A prevalência total dos transtornos mentais comuns foi de 53,3%, sendo que a ocorrência de transtornos mentais comuns foi bem mais elevada entre as que tinham 31 anos ou mais do que entre as que tinham até 30 anos (66,7 versus 37%). As que evitavam situações sociais que podiam causar desconforto emocional apresentaram maior incidência de transtornos mentais comuns. CONCLUSÕES: A prevalência dos transtornos mentais comuns e sua associação com enfrentamento social embasam a necessidade de atendimento interdisciplinar, incluindo profissionais de saúde mental. Nossos dados confirmam a importância do apoio social e da inclusão dos parceiros no processo de avaliação da infertilidade.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: A diagnosis of infertility may be devastating for a couple. Many infertile women perceive the situation as stigmatizing, a cause of psychic distress and social isolation. This study aimed at determining the economic, demographic, interpersonal, social and work variables and also the prevalence of common mental disorders in a population of women seen in reference hospitals for infertility (Hospital Agamenon Magalhães, Amaury de Medeiros Integrated Health Center and Instituto Materno Infantil de Pernambuco), and referred to the Mental Health in Human Reproduction Outpatient Clinic at Hospital Universitário Oswaldo Cruz. METHOD: This was a cross-sectional study conducted in 2007 with a total of 60 patients, who answered two self-reporting questionnaires: the Self-Reporting Questionnaire-20 (SRQ-20) and a questionnaire designed by the researcher. RESULTS: Of the 60 women studied, 44% were aged 31 or older. The overall prevalence of common mental disorders was 53.3%. It was much more common in women aged 31 or older than in those aged 30 or less (66.7 vs. 37.0%). The patients who avoided social situations that could cause emotional discomfort presented a higher rate of common mental disorders. CONCLUSIONS: The prevalence of common mental disorders and their association with social coping underlies the need for an interdisciplinary approach, including mental health professionals. Our data confirm the importance of social support and the inclusion of the male partner in the infertility evaluation process.
  • Evaluation of quality of life of undergraduate nursing students from first and fourth years: the influence of sociodemographic variables Artigos Originais

    Eurich, Rosane Bueno; Kluthcovsky, Ana Cláudia G. C.

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O objetivo deste artigo foi avaliar a qualidade de vida de acadêmicos de graduação em Enfermagem de uma universidade pública do Estado do Paraná, correlacionar com variáveis sociodemográficas, e comparar os acadêmicos do primeiro e quarto anos do curso. MÉTODO: Estudo descritivo, transversal e com abordagem quantitativa. Participaram 34 acadêmicos do primeiro ano (89,5%) e 33 acadêmicos do quarto ano (100%), que responderam ao questionário WHOQOL-bref da Organização Mundial da Saúde, além de informações complementares. RESULTADOS: Os acadêmicos pesquisados eram predominantemente mulheres, jovens, solteiras, com renda per capita média familiar mensal de mais de um salário mínimo, procedentes de outras cidades e residiam com a família ou em república/pensionato. Considerando todos os acadêmicos, o maior escore médio de qualidade de vida foi para o domínio físico (72,7 + 13,1), e o menor para o domínio meio ambiente (60,7 + 12,7). Na correlação com variáveis sociodemográficas, apenas o sexo apresentou correlação com a qualidade de vida, com maiores escores médios para os acadêmicos do sexo masculino nos domínios físico (79,9 + 9,8) e psicológico (77,6 + 6,3). Na análise comparativa entre os acadêmicos do primeiro e quarto anos, apesar das diferenças significativas para idade e renda, com o primeiro ano apresentando alunos mais jovens e com menor renda média familiar mensal em relação ao quarto ano, não houve diferença significativa nos domínios da qualidade de vida. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo sugerem que os acadêmicos de Enfermagem merecem atenção quanto à qualidade de vida, principalmente as mulheres nos aspectos físico e psicológico.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The aim of this study was to evaluate the quality of life of undergraduate students from a nursing course in a public university in the State of Paraná, Brazil, correlating with sociodemographic variables, and to compare undergraduate students from first and fourth years. METHOD: This is a descriptive and cross-sectional study with a quantitative approach. Thirty-four students (89.5%) from the first year and 33 (100%) from the fourth year participated. They answered the WHOQOL-bref, a questionnaire designed by the World Health Organization, in addition to some additional information. RESULTS: The students were predominantly female, young and single, with per capita family income up to one minimum wage, coming from other cities and living with the family or with housemates. Considering the entire sample, the highest quality of life mean score was for the physical domain (72.7 + 13.1), and the lowest for the environment domain (60.7 + 12.7). Correlation with sociodemographic variables showed that only gender had significant correlation with quality of life. The highest mean scores were for male students in the physical (79.9 + 9.8) and psychological (77.6 + 6.3) domains. There was significant difference between age and income in the comparison between students from first and fourth years, the profile of first-year students being younger and with low income than students from the fourth year. In spite of this, no significant difference in quality of life domains was found. CONCLUSION: The results of this study suggest that nursing students need attention in relation to the quality of life, especially women in the physical and psychological aspects.
  • Translation into Portuguese of the M-CHAT Scale for early screening of autism Artigos Originais

    Losapio, Mirella Fiuza; Pondé, Milena Pereira

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A escala Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT) é um instrumento de rastreamento precoce de autismo, que visa identificar indícios desse transtorno em crianças entre 18 e 24 meses. Deve ser aplicada nos pais ou cuidadores da criança. É auto-aplicável e simples, e apresenta alta sensibilidade e especificidade. Foi desenvolvida no idioma inglês e ainda não está disponível uma versão em português. Na literatura não existe consenso quanto à técnica de tradução, sendo a adaptação transcultural uma das formas possíveis. O objetivo do presente estudo foi realizar a tradução do inglês para o português do Brasil da escala M-CHAT para rastreio precoce do autismo, respeitando a equivalência transcultural. MÉTODO: Foi obtida permissão da autora da escala, realizada tradução, seguida de sua respectiva back-translation, avaliação da equivalência referencial, primeiro pré-teste em amostra da população-alvo, avaliação da equivalência geral, avaliação de especialistas em autismo infantil, elaboração da versão preliminar, segundo pré-teste em pais de crianças de ambulatório de pediatria do SUS e elaboração da versão final. RESULTADOS: A avaliação da equivalência referencial demonstrou que 78% das questões eram semelhantes, 13% aproximadas e 9% diferentes. Das 20 pessoas interrogadas no primeiro pré-teste 9 entenderam 100% das questões. O segundo pré-teste demonstrou boa aceitação e entendimento pela população-alvo, com 70% dessa sem nenhuma queixa. Após as avaliações pormenorizadas foi elaborada a versão final. CONCLUSÃO: O estudo torna disponível a versão em português da escala M-CHAT, considerada adequada por especialistas e compreensível pela população.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT) is a screening instrument for autism that can be applied to parents of children aged 18-24 months. It is self-applicable, simple, and has high sensibility and specificity. It was developed in English and it is still not available in Portuguese. In the scientific literature there is no agreement as to the translation technique, cross-cultural adaptation being one of the possibilities. The objective of the present study was to translate the M-CHAT scale from English into Brazilian Portuguese to scan early autism, preserving cross-cultural equivalence. METHOD: After obtaining permission from the author of the scale, its translation was performed, followed by its back-translation; evaluation of reference equivalence; first pretest in a sample of the target population; evaluation of general equivalence; evaluation by specialists in infantile autism; development of a preliminary version; second pretest with parents of autistic children treated in a Pediatric Ambulatory of the Brazilian Public Health System; and development of its final version. RESULTS: Evaluation of reference equivalence showed that 78% of the questions were similar, 13% approximate, and 9% different. Of the 20 people interviewed in the first pretest, nine understood 100% of the questions. The second pretest demonstrated good acceptance and understanding by the target population, with no complaints in 70% of the sample. After detailed evaluations, the final version was developed. CONCLUSION: The study makes the Portuguese version of the M-CHAT scale available, which was considered adequate by specialists and understood by the population.
  • Update of the Brazilian norms for the International Affective Picture System (IAPS) Comunicações Breves

    Lasaitis, Cristina; Ribeiro, Rafaela Larsen; Freire, Marcelo Ventura; Bueno, Orlando Franscisco Amodeo

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho expande a normatização brasileira do International Affective Picture System (IAPS), um instrumento de imagens afetivas, amplamente utilizado em pesquisas, com valores normativos para 240 novos estímulos, e confirma as categorias de imagens "agradáveis", "neutras" e "desagradáveis". Também são apresentados os resultados comparando os padrões de respostas de homens e mulheres. No total, participaram 448 estudantes universitários brasileiros (179 homens e 269 mulheres), que avaliaram as fotografias em termos de prazer, alerta e dominância, através da escala Self Assessment Manikin (SAM). O procedimento adotado foi o mesmo de outro estudo já desenvolvido para as normas norte-americanas.

    Abstract in English:

    This study includes the standardization of 240 new stimuli in the Brazilian norms for the International Affective Picture System (IAPS), an instrument of affective images widely used in research, and confirms the validity of the categories of "pleasant," "neutral" and "unpleasant" pictures. A comparison was performed of the scores of affective ratings between the male and female samples of university students (179 males, and 269 females), who assessed the affective content of photographs in terms of valence, arousal and dominance using the Self Assessment Manikin (SAM) scale. The methods were the same used in a study conducted for the American norms.
  • A pathological gambler by Dostoyevsky Relato De Caso

    Dias, Fernando Machado Vilhena; Cano-Prais, Hugo Alejandro; Kehdy, Sérgio; Teixeira, Antônio Lúcio

    Abstract in Portuguese:

    O livro "O jogador" de Fiódor Dostoiévski narra um caso de jogo patológico bastante representativo. O percurso do personagem principal, Aleksei Ivanovitch, evidencia a dramática evolução do transtorno com três fases bem definidas: ganho, perdas e desespero. Partindo do conceito freudiano de narcisismo articulado aos conceitos da psicologia do self de Heinz Kohut, das teorias de Donald Winnicott e Wilfred Bion, serão discutidas as contribuições da psicanálise para a compreensão do jogo patológico.

    Abstract in English:

    Dostoyevsky's book, "The gambler," describes a representative case of pathological gambling. The history of the main character, Aleksei Ivanovitch, shows the typical evolution of the disorder in three well defined phases: profits, losses and despair. Based on Freud's concept of narcissism and the concepts of the self psychology by Heinz Kohut, Donald Winnicott and Wilfred Bion, the contributions of psychoanalysis to the understanding of pathological gambling are discussed.
  • Rimonabant: perspectives and controversies Carta Aos Editores

    Zortéa, Karine; Tartari, Rafaela Festugatto
  • Sigmund Freud-Anna Freud Letters Resenha

    Strassburger, Matias
Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 5311/202, 90610-001 Porto Alegre RS Brasil, Tel./Fax: +55 51 3024-4846 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@aprs.org.br