Accessibility / Report Error

Antischistosomal activity of acridanone- hydrazones in Cebus monkeys experimentally infected with the SJ strain of Schistosoma mansoni

No presente trabalho, quatro compostos foram utilizados na dose de 12,5mg/kg de peso, por via oral, em macacos infectados transcutaneamente com cerca de 200 cercárias de Schistosoma mansoni. Os oogramas realizados com fragmentos de mucosa retal e os exames de fezes realizados, periodicamente, demonstraram a ausência de ovos viáveis do parasito a partir do 29- até o 226a dia pós-tratamento. A perfusão, apôs sacrifício dos animais tratados, não detectou vermes, enquanto que do macaco cotztrole 83 vermes foram recuperados, confirmando assim os resultados dos oogramas e da coproscopia. Estes resultados confirmam a eficácia das 9-acridanonas- hydrazonas já observada anteriormente contra a cepa LE de S. mansoni. A baixa dosagem curativa e aparente ausência de toxicidade colocam estas drogas como uma reserva terapêutica importante, tendo em vista o relato de resistência do S. mansoni às drogas modernas oxamniquína e praziquantel.

Schistosoma mansoni; Macacos Cebus; Acridanona-hidrazonas


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br