Prevalência de anticorpos séricos para hantavírus em população rural do extremo sul do estado de Santa Catarina, Brasil

INTRODUÇÃO: Hantaviroses são zoonoses de roedores silvestres que causam doenças graves em seres humanos. Este trabalho mostra inquérito sorológico para hantavírus em população rural e periurbana do município de Turvo, Estado de Santa Catarina e a correlação da presença de anticorpos anti-hantavírus com a história mórbida pregressa dos indivíduos. MÉTODOS: Investigaram-se os 257 participantes do estudo quanto à presença de anticorpos IgG séricos anti-hantavírus Araraquara, por método imunoenzimático. RESULTADOS: A prevalência de anticorpos anti-hantavírus na população foi de 2,3%. Os soropositivos possuíam antecedente nosológico sugestivo de hantavirose pregressa. CONCLUSÕES: Os achados mostram a ocorrência de infecções por hantavírus no extremo sul de Santa Catarina.

Hantavirus; Estudos soroepidemiológico; Síndrome pulmonar por hantavirus


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br