Histoplasmose orofaríngea: relato de onze casos e revisão da literatura

INTRODUÇÃO: Histoplasmose é uma micose sistêmica, endêmica no Brasil, especialmente no Estado do Rio Grande do Sul, onde Histoplasma capsulatum foi isolado do solo. H. capsulatum pode acometer áreas não-usuais, como cavidade orofaríngea, particularmente em pacientes com histoplasmose disseminada, por sua vez, associada com estado de imunossupressão, como na AIDS. MÉTODOS: A partir de 265 casos de histoplasmose em um banco de dados de um laboratório de micologia, foram analisados retrospectivamente 11 prontuários de pacientes com diagnóstico histológico ou microbiológico de histoplasmose oral (HO) entre 1987 e 2008. RESULTADOS: Reportamos neste trabalho onze casos de HO, a grande maioria com evidências histopatológicas e microbiológicas de histoplasmose disseminada (HD). Nos pacientes com HD, HO foi a primeira manifestação de histoplasmose. Cinco dos onze casos relatados eram portadores do vírus do HIV, todos com diagnóstico clínico e laboratorial de AIDS. Quatro pacientes do total tinham concomitantemente tuberculose pulmonar e histoplasmose. Tratamento foi baseado no uso de itraconazol e anfotericina B principalmente. Oito pacientes tiveram sucesso terapêutico após um ano, dois não retornaram para reavaliação e um faleceu apesar da adequada terapia antifúngica. CONCLUSÕES: Histoplasmose oral está associada muitas vezes com estado de imunossupressão, especialmente em pacientes com AIDS. Em muitos casos pode representar o primeiro sinal indicativo de histoplasmose disseminada.

Histoplasmose; Histoplasma capsulatum; Infecção pelo HIV; AIDS


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br