Immunofenotipagem de células T circulantes em um paciente com leishmaniose mucosa co-infectado com HIV

Lúcio Roberto Castellano Mauricio Llaguno Marcos Vinícius Silva Juliana Reis Machado Dalmo Correia Mario León Silva-Vergara Virmondes Rodrigues Sobre os autores

A co-infecção por HIV modifica o curso clínico da leishmaniose ao promover aumento no perfil Th2 de produção de citocinas. No entanto, há pouca informação a respeito da resposta linfocitária em pacientes co-infectados sem tratamento. Neste trabalho, foi realizada a imunofenotipagem de células T estimuladas com antígenos de Leishmania braziliensis em paciente não tratado HIV+ e com leishmaniose mucosa. Os resultados mostraram aumento na expressão de CD69 em células CD3+CD4+ e CD3+CD8+. Além disso, foi observado aumento de IL-4 na população de linfócitos CD3+CD4+GATA3- e diminuição no percentual de células CD3+CD4+IL-17+. Estes resultados sugerem que a modulação da via IL-4R/STAT6 e da população de células Th17 funcione como mecanismo de evasão parasitária em HIV/LM. Estudos futuros são necessários para confirmar estes resultados.

Leishmaniose mucosa; Leishmania braziliensis; Co-infecção por HIV


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br