Efeitos do alagamento do Rio Paraná na atividade horária de Anopheles (Nyssorhynchus) darlingi Root (Diptera: Culicidae), na divisa dos estados do Mato Grosso do Sul e São Paulo, Brasil

INTRODUÇÃO: Estudo da atividade horária de vetores da malária durante a implantação de uma represa no Rio Paraná, destinada à geração de energia elétrica. O rio separa os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, no Brasil. O objetivo foi verificar se as alterações na riqueza e diversidades de Anopheles diante de duas inundações sucessivas se estendiam à atividade horária e ritmo nictimeral numa série temporal de cinco anos. MÉTODOS: A captura de mosquito foi mensal, por meio dos métodos Técnica Atrativa Humana e Armadilha de Shannon. A primeira, executada durante 24 horas, forneceu o ritmo nictimeral e a segunda, com duração de 15 horas, para acompanhar os anofelinos durante as duas inundações. RESULTADOS: O padrão bimodal de Anopheles darlingi definido antes dessas inundações foi alterado ao longo das intervenções ambientais. O mesmo efeito repercutiu nas populações de An albitarsis s.l., An triannulatus e An galvaoi. A atividade pré-crepuscular foi a menos afetada pelas alterações ambientais. CONCLUSÕES: As barragens provocam mudanças no padrão de atividade horária dos anofelinos permitindo classificar a área em situação ecologicamente estável e instável. Diferenças observadas no comportamento dos anofelinos pelos métodos de captura mostram a influência da uni e múltipla atratividade dentro das populações estudadas.

Hidrelétrica; Anopheles; Índice de diversidade; Ritmo nictimeral


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br