Accessibility / Report Error

Análise genética de Salmonella typhimurium ferment adoras de lactose isoladas no Rio de Janeiro

Resumos

Salmonella typhimurium fermentadoras de lactose são comuns em São Paulo, porém, raras no Rio de Janeiro, onde descrevemos dois isolamentos. Um plasmídeo de 7,4 megadáltons, não auto-transferível, termorresistente e não eliminável pelo alaranjado de acridinafoi identificado em cada uma das duas linhagens isoladas no Rio de Janeiro. O fato de uma dessas linhagens ser derivada de um plasmídeo que originalmente não expressa o caráter fermentação de lactose, permite-nos especular acerca da origem deste caráter nas Salmonellas brasileiras.

Salmonella fermentadoras de lactose; Salmonella typhimurium; Plasmídeo; Epidemiologia de Salmonella


Lactose fermenting Salmonella typhimurium are endemic in São Paulo, but not in Rio de Janeiro Two isolations are described from the latter city. These Rio de Janeiro strains have a plasmid of 7.4 megadaltons. These plasmids were not auto-transferable, were thermostable and were not eliminated by acridine orange. One of these strains arose from a plasmid that had the lactose operon repressed, leading us to speculate about the evolution of the lactose fermenting character in Brazilian Salmonella.

Lactose fermenting Salmonella; Salmonella typhimurium; Plasmid; Epidemiology of Salmonella


ARTIGOS

Análise genética de Salmonella typhimurium ferment adoras de lactose isoladas no Rio de Janeiro

Fernando Portela Câmara; Maria Amélia Cardoso; Darcy Fontoura de Almeida

Endereço para correspondência Endereço para correspondência: Prof. Fernando Portela Câmara. Instituto de Microbiologia/UFRJ Caixa Postal: 68040 21944 Rio de Janeiro, RJ.

RESUMO

Salmonella typhimurium fermentadoras de lactose são comuns em São Paulo, porém, raras no Rio de Janeiro, onde descrevemos dois isolamentos. Um plasmídeo de 7,4 megadáltons, não auto-transferível, termorresistente e não eliminável pelo alaranjado de acridinafoi identificado em cada uma das duas linhagens isoladas no Rio de Janeiro. O fato de uma dessas linhagens ser derivada de um plasmídeo que originalmente não expressa o caráter fermentação de lactose, permite-nos especular acerca da origem deste caráter nas Salmonellas brasileiras.

Palavras-chave:Salmonella fermentadoras de lactose. Salmonella typhimurium. Plasmídeo. Epidemiologia de Salmonella.

ABSTRACT

Lactose fermenting Salmonella typhimurium are endemic in São Paulo, but not in Rio de Janeiro Two isolations are described from the latter city. These Rio de Janeiro strains have a plasmid of 7.4 megadaltons. These plasmids were not auto-transferable, were thermostable and were not eliminated by acridine orange. One of these strains arose from a plasmid that had the lactose operon repressed, leading us to speculate about the evolution of the lactose fermenting character in Brazilian Salmonella.

Keywords: Lactose fermenting Salmonella. Salmonella typhimurium Plasmid Epidemiology of Salmonella.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Recebido para publicação em 10/2/89.

Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, RJ.

  • 1. Afonso MLT, Toledo MRF, Trabulsi LR Natureza genética da fermentação de lactose em amostras de Salmonellas typhimurium Revista de Microbiologia São Paulo 8:110-116, 1977.
  • 2. Almeida PCA, Trabulsi LR. Características culturais, bioquímicas, sorológicas e virulência de amostras de Salmonella typhimurium fermentadoras de lactose. Revista de Microbiologia São Paulo 5:27-35, 1974.
  • 3. Broda P. Plasmids. W.F. Freeman Co., Oxford, p. 14-15, 1979.
  • 4. Câmara, FP. Metaestabilidade genética em uma Salmonella typhimurium isolada em esgoto do Rio de Janeiro. 11a Reunião Anual de Genética de Microorganismos, Londrina, p. 35, 1984.
  • 5. Câmara FP, Costa GA, Hofer E, Almeida DF. Drug resistance in Salmonella strains isolated from raw sewage in Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Biologia 42:421-424, 1982.
  • 6. Clowes RC, Hayes W. Experiments in microbial genetics. Blackwell Scientific Publications, Oxford, 1968.
  • 7. Guerry P, LeBlanc DJ, Falkow S. General method for the isolation of plasmid deoxyribonucleic acid. Journal of Bacteriology 116:1064-1066, 1973.
  • 8. Guiso N, Ullmann A. Expression and regulation of lactose genes carried by plasmids. Journal of Bacteriology 127:691-697, 1976.
  • 9. Hofer E, Costa GA. Investigações sobre a ocorrência de Salmonella em esgotos sanitários da cidade do Rio de Janeiro. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz 70:221- 236, 1972.
  • 10. Le Minor L, Coynault C, Pessoa GVA. Déterminisme plasmidique du caractère atypique "lactose-positif" de souches de S. typhimurium et de S. oranienburg isolées au Brésil lors d'epidemies de 1971 a 1973. Annales de Microbiologie Paris 125:261-285, 1974.
  • 11. Meynell GG, Meynell E. Theory and practice in experimental bacteriology. Cambridge University Press, Cambridge, 1970.
  • 12. Miller UH. Experiments in molecular genetics. Cold Spring Harbor Laboratories, New York, 1972.
  • 13. Pessoa GVA. Sobre a ocorrência de uma variante de Salmonella typhimurium fermentadora de lactose. Revista do Instituto Adolfo Lutz 33:13-28, 1973.
  • 14. Suassuna I, Suassuna IR, Judel VI. Isolamento de Salmonella typhimurium fermentadora de lactose, em caso autóctone no Rio de Janeiro. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 9:79-82, 1975.
  • 15. Toledo MRF, Reis MHL, Murahovschi J, Cury R. Ramos SRTS, Fiore ES, Schussel EY, Trabulsi LR. Ocorrência de uma variante de Salmonella typhimurium que fermenta a lactose tardiamente. Revista de Microbiologia São Paulo 10:103-105, 1979.
  • 16. Yoshida Y, Terawaki Y, Nakaya R R plasmids with thermosensitive transferability in Salmonella strains from humans. Microbiology and Immunology 22:735- 743, 1978.
  • Endereço para correspondência:

    Prof. Fernando Portela Câmara.
    Instituto de Microbiologia/UFRJ
    Caixa Postal: 68040
    21944
    Rio de Janeiro, RJ.
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      27 Maio 2013
    • Data do Fascículo
      Jun 1989

    Histórico

    • Aceito
      10 Fev 1989
    • Recebido
      10 Fev 1989
    Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
    E-mail: rsbmt@uftm.edu.br