Um modelo SARIMA para predição do número de casos de dengue em Campinas, Estado de São Paulo

INTRODUÇÃO: A predição do número de casos de dengue em uma população utilizando modelos de series temporais pode trazer informações úteis para um melhor planejamento de intervenções públicas de saúde. O objetivo deste artigo é desenvolver um modelo capaz de descrever e predizer a incidência de dengue em Campinas, sudeste do Brasil, considerando a metodologia de Box e Jenkins. MÉTODOS: O modelo seasonal autoregressive integrated moving average (SARIMA) para os dados de incidência de dengue em Campinas, foi implementado no programa R. Ajustamos um modelo baseado na incidência mensal notificada da doença de 1998 a 2008 e validado pelos dados de janeiro a dezembro de 2009. RESULTADOS: O modelo SARIMA (2,1,2) (1,1,1)12 foi o mais adequado aos dados. Este modelo indicou que o número de casos de dengue em um dado mês pode ser estimado pelo número de casos ocorridos há um, dois e doze meses. Os valores preditos para 2009 são relativamente próximos aos valores observados. CONCLUSÕES: Os resultados deste artigo indicam que os modelos SARIMA são ferramentas úteis para o monitoramento da incidência da dengue. Observamos ainda que o modelo SARIMA é capaz de representar com relativa precisão o número de casos de dengue em um ano consecutivo à série de dados usada no ajuste do modelo.

Dengue; SARIMA; Análise de séries temporais; Estatística


Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Caixa Postal 118, 38001-970 Uberaba MG Brazil, Tel.: +55 34 3318-5255 / +55 34 3318-5636/ +55 34 3318-5287, http://rsbmt.org.br/ - Uberaba - MG - Brazil
E-mail: rsbmt@uftm.edu.br