Efeitos da amamentação e dos hábitos de sucção sobre as oclusopatias num estudo de coorte

Karen Glazer Peres Aluísio J D Barros Marco Aurélio Peres César Gomes Victora Sobre os autores

OBJETIVO: Analisar a prevalência de oclusopatias e o efeito da amamentação e dos hábitos de sucção não nutritivos aos seis anos de idade. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal aninhado numa coorte de nascidos vivos em Pelotas, RS, em 1999. Crianças com seis anos de idade (n=359) foram examinadas e suas mães entrevistadas. Utilizaram-se os critérios de Foster & Hamilton para a definição dos desfechos mordida aberta anterior e mordida cruzada posterior. Informações sobre amamentação e hábitos de sucção não nutritivos foram coletadas ao nascimento, ao primeiro, terceiro, sexto e 12º meses de vida e aos seis anos de idade. As variáveis de controle incluíram escolaridade materna, peso ao nascer, perímetro cefálico e sexo da criança. Foi realiza a regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de mordida aberta anterior foi 46,2% e a de mordida cruzada posterior foi 18,2%. Presença de hábitos de sucção não nutritivos entre 12 meses e quatro anos de idade e presença de sucção digital aos seis anos de idade foram os fatores de risco para mordida aberta anterior. Amamentação por menos do que nove meses e uso regular de chupeta entre 12 meses e quatro anos de idade foram os fatores de risco para mordida cruzada posterior. Identificou-se interação entre duração da amamentação e uso de chupeta para mordida cruzada posterior. CONCLUSÕES: Considerando que a amamentação é um fator de proteção às outras doenças da infância, a abordagem dos fatores de risco comuns pode ser o meio mais apropriado para a prevenção de mordida cruzada posterior na dentição decídua ou início da dentição mista.

Criança; Mordida aberta; Mordida cruzada; Maloclusão; Aleitamento materno; Comportamento de sucção; Sucção de dedo; Estudos transversais


Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Avenida Dr. Arnaldo, 715, 01246-904 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3061-7985 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@usp.br