Infecciosidade de cistos de Toxoplasma gondii ME-49 em leite bovino e queijo caseiro

OBJETIVO: Analisar a infecciosidade e a resistência de cistos de T. gondii em leite e queijo fresco caseiro, pela infecção artificial de leite bovino. MÉTODOS: O leite bovino pasteurizado foi infectado artificialmente com 10 cistos/ml de T.gondii cepa ME49 e inoculado em grupos de camundongos, imediatamente ou após ser estocado por 5, 10 e 20 dias a 4ºC. Preparou-se queijo fresco caseiro com leite infectado, sendo testado em grupos de camundongos, utilizando a mesma conservação. A infecção foi detectada pela presença de cistos no cérebro dos camundongos desafiados ou testes sorológicos após cinco semanas, também confirmada por Western Blotting e histologia. RESULTADOS: A infecciosidade dos cistos da cepa ME49 de T.gondii foi mantida mesmo quando armazenado no leite até 20 dias de conservação em condições de refrigeração a 4ºC. Os cistos resistiram ao processo de fabricação do queijo e eram infectantes após um período de 10 dias nas mesmas condições. CONCLUSÕES: Os achados mostraram que o leite e seus derivados podem ser uma importante fonte de contaminação humana pelo T.gondii, reforçando a importância da pasteurização do leite antes de qualquer processamento ou ingestão.

Toxoplasmose; Leite; Queijo; Contaminação de alimentos; Higiene dos alimentos; Conservação de alimentos; Toxoplasma; Toxoplasmose animal; Camundongos; ELISA; Anticorpos antiprotozoários; Toxoplasma gondii


Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Avenida Dr. Arnaldo, 715, 01246-904 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3061-7985 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@usp.br