Avaliação dos efeitos de um programa educativo em diabetes: ensaio clínico randomizado

Heloísa de Carvalho Torres Ana Emília Pace Fernanda Figueredo Chaves Gustavo Velasquez-Melendez Ilka Afonso Reis Sobre os autores

RESUMO

OBJETIVO

Avaliar a efetividade do programa educativo em diabetes mellitus na atenção primária à saúde.

MÉTODOS

Este ensaio clínico randomizado por conglomerados foi realizado em amostra de 470 pessoas com diabetes mellitus tipo 2, provenientes de oito unidades de saúde, alocadas aleatoriamente em dois grupos: intervenção (n = 231) e controle (n = 239). O grupo intervenção participou do programa educativo composto de três estratégias: educação em grupo, visita domiciliar e intervenção telefônica. Simultaneamente, o grupo controle foi acompanhado individualmente. O acompanhamento dos grupos ocorreu ao longo de nove meses no ano de 2012. Foram realizadas avaliações clínicas no tempo inicial (T0), três (T3), seis (T6) e nove (T9) meses depois do início da intervenção.

RESULTADOS

Após nove meses de seguimento, permaneceram no estudo 341 usuários, 171 no grupo controle e 170 no grupo intervenção. A média de idade dos usuários era de 60,6 anos. Em ambos os grupos, observou-se diferenças estatisticamente significativas nos níveis médios de HbA1c ao longo do tempo de acompanhamento (p < 0,05). Porém, o nível médio de HbA1c nos tempos T3, T6 e T9 foi significativamente menor entre as pessoas do grupo intervenção (p < 0,05).

CONCLUSÕES

O modelo do programa educativo desenvolvido foi efetivo para a melhora do controle glicêmico dos participantes do grupo intervenção.

DESCRITORES
Diabetes Mellitus Tipo 2, prevenção & controle; Autocuidado; Educação em Saúde; Planos e Programas de Saúde; Avaliação de Eficácia-Efetividade de Intervenções; Avaliação de Processos e Resultados (Cuidados de Saúde)

Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Avenida Dr. Arnaldo, 715, 01246-904 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3061-7985 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@usp.br