Monitoreo de parásitos en efluentes domiciliarios

Control of parasites in domestic sewage

OBJETIVO: Avaliar a presença de parasitas em efluentes semi-sólidos e líquidos, em diferentes localidades da Patagonia argentina, por ser fato uma das restrições para seu uso. MÉTODOS: As amostras selecionadas de 4 Centros de Tratamento de Efluentes Domiciliários foram analisadas de acordo com as normas da "Environmental Protection Agenty", Organização Mundial da Saúde e do "Standard Methods for Examination of Water and Wastewater", além de algumas classificações. RESULTADOS: Somente 2 das 6 amostras de semi-sólidos analisadas continham ovos de Ascaris lumbricoides não viáveis. Das 10 amostras líquidas, somente 2 não continham ovos, enquanto as restantes continham patógenos das categorias I (Giardia sp., Hymenolepis diminuta e Enterobius vermicularis) e III (Ascaris lumbricoides, Ancylostoma duodenale e Trichuris trichiura). CONCLUSÕES: Todas as amostras de semi-sólidos analisadas foram consideradas aptas para seu uso como fertilizantes porque não se registrou em nenhuma delas a presença de ovos viáveis de Ascaris lumbricoides, e somente 6 das amostras líquidas foram consideradas aptas para rego, por carecer de ovos ou por ser sua concentração igual ou inferior a 1 ovo por litro.

Águas residuárias


Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Avenida Dr. Arnaldo, 715, 01246-904 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3061-7985 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@usp.br