Revista de Saúde Pública, Volume: 4, Issue: 2, Published: 1970
  • Dispersão de Biomphalaria straminea, hospedeira intermediária do Schistosoma mansoni, através da distribuição de peixes Artigos Originais

    Corrêa, Renato de R.; Murgel, José Maurício de Toledo; Piza, José de Toledo; Ramos, Alberto da Silva; Dias, Luiz Cândido de Souza; Morais, Lúcia Vieira C.; Rosário, Felipe Francisco do

    Abstract in Portuguese:

    Foi focalizado, pela primeira vez o encontro de B. straminea no Estado de São Paulo. Esta espécie vem juntar-se aos planorbídeos já assinalados em nosso Estado. Foram descritos os criadouros, onde a B. straminea foi coletada, localizados em tanques de criação de peixes nas Estações de Piscicultura de Barra Bonita e Americana, Estado de São Paulo, e em um aquário particular na capital dêsse Estado. Fêz-se referência ao transporte de peixes oriundos de zonas do país onde ocorre aquela espécie, Amazonas e Ceará, como responsável pela introdução daquele molusco no Estado. Destacou-se êsse achado pelo perigo que representa a distribuição de peixes da maneira como vem sendo feita atualmente em nosso país, tendo sido julgado necessário o estabelecimento de quarentena para aquêles vindos de zonas infestadas por espécies hospedeiras intermediárias do S. mansoni. Foram relatadas as medidas de combate aos caramujos efetuadas imediatamente após aquela descoberta e os resultados obtidos. Conclui-se que a dispersão passiva da B. straminea pelo transporte de peixes, deve ampliar a distribuição geográfica dêsse planorbídeo, já assinalado na Venezuela, Guianas e no Brasil, sendo que neste último ocorre em tôdas as Unidades Federativas, exceto, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Territórios.

    Abstract in English:

    Up the present, the works of collecting planorbids done in 226 municipalities for the elaboration of the geographical distribution chart in the State of São Paulo (Brazil), showed the presence of two intermediate host species of Schistosoma mansoni: Biomphalaria tenagophila and Biompralaria glabrata. Although the technicians from the Psiculture Stations, have not found snails in the water inside the containers used for the transportation of fishes, the ecological conditions of B. straminea in the latest researches are such as to indicate that they have been introduced, in our State through fish transportation imported from areas where it occurs, such as the State of Amazonas and Ceará (Brazil). The aim of the importation of these fishes is its adaptation to local waters. The occurrence was noticed in the Psiculture Stations of the towns of Barra Bonita and Americana, and in an aquarium of a private house in the city of São Paulo. This shows the danger that the distribution of fishes represents and the way it is being done. The seriousness of the problem originates not only from the importation of the said species but also from its dissemination in the State, through the redistribution to the private Psiculture Stations. It should be remembered that this dissemination can be also done through rivers in which banks are located tanks for the breeding of fishes as mentioned before. This facts was communicated to the National Department of Rural Endemies for the necessary measures. One of the steps to be taken should be the quarentine for fishes from zones infested with species of planorbids hosts of S. mansoni. The passive scattering of B. straminea by the transportation of fishes, will enlarge the geographical distribution of these planorbids,which have already been found in Venezuela, Guianas and Brazil. In this last country it is found in all its States with the exception of Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro and Federal Territories. Two hundred and seventeen specimens of B. straminea were examined and all of them were negative to cercaries of Shistosoma mansoni.
  • Doença de Chagas: atividades de vigilância entomológica numa área do Estado de São Paulo, Brasil Artigos Originais

    Rocha e Silva, Eduardo Olavo da; Maluf, José; Corrêa, Renato de R.

    Abstract in Portuguese:

    A Divisão de Combate a Vetores, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, Brasil, em trabalho anterior, apresentou os critérios que adota na passagem de áreas limpas do T. infestans, principal vetor da doença de Chagas na região, para uma fase mais adiantada do seu programa de contrôle, denominada de Fase de Vigilância Entomológica. Entre as áreas onde não se encontram mais exemplares de T. infestans, situa-se uma região de 2.007 km², com população estimada em 51.000 habitantes, compreendida por 6 municípios, situados na Região 7 - Bauru (Estado de São Paulo), onde foi instalada a "Área Piloto de Vigilância Entomológica". Nessa área, entre maio de 1969 e junho de 1970, foram desenvolvidas as seguintes atividades: Instalação e funcionamento de uma rêde de Postos de Informação de focos de triatomíneos; investigação de focos de triatomíneos; avaliação da infestação nas casas de barro, através das caixas-abrigo de triatomíneos (método de Gómez-Nuñez); levantamento sorológico RIF (imunofluorescência), em gôta de sangue colhida em papel de filtro, realizado entre menores de 8 anos; pesquisa e captura de triatomíneos realizada por uma equipe especial. Os resultados conseguidos mostram a inexistência de achados de exemplares do T. infestans na área e, por outro lado, assinalam o encontro esporádico de exemplares isolados ou de pequenos focos de outras espécies (R. neglectus e T. sordida) não infectados pelo T. cruzi. Conclui-se que foi correta a passagem dessa área para a Fase de Vigilância Entomológica e que os métodos empregados funcionaram satisfatòriamente. A vista dos resultados alcançados, essa área apresenta condições para transferir às Unidades Sanitárias locais, parte do contrôle da transmissão da doença de Chagas.

    Abstract in English:

    In a previous paper, the Vector Control Division of the Department of Health of the State of São Paulo, Brazil, presented the adopted criteria for transference of cleaned Triatoma infestans areas, the main vector of Chagas' disease in the region to a more advanced phase of its control program, called "Entomological Surveillance Phase". Among the areas where T. infestans was not found any longer there is a region of 2007 km², with an estimated population of 51000 people including six counties located in Region 7 - Bauru (São Paulo. State - Brazil), where the Pilot Area of Entomological Surveillance was installed. In this area, between May 1969 and June 1970, the following activities were performed: installation and functioning of a network of information Posts for Triatominae foci; investigation of Triatominae foci; estimation of the infestation in mud cottages, through special boxes for Triatominae (Gomez-Nuñez method); RIF (immunofluorescence reaction) serological survey in blood drop caught in filtering paper, carried through less than 8 years old children; research and capture of Triatominae bugs. As results there was not found T. infestans bugs in the area. Beside this, only few isolated specimens or small foci of other species (R. neglectus and T. sordida) that were not found infected by Trypanosoma cruzi. So, it was concluded that the changing of this area to the Entomological Surveillance Phase was correct, and that the methods used were satisfactory. By there this area was considered in condition to transfering the Chagas' disease control to the local Sanitary Units.
  • Comportamento do Triatoma infestans sob várias condições de laboratório Artigos Originais

    Juarez, Edmundo

    Abstract in Portuguese:

    Foi observado o comportamento do T. infestans submetido às temperaturas de 25ºC e 30ºC, alimentado em galinha e camundongo e infectado pelo T. cruzi ou não. A temperatura mais elevada determinou um encurtamento da duração do ciclo evolutivo desde a eclosão do ôvo até a muda para a fase adulta, menores quantidades de sangue necessário para que se processasse a evolução, assim como menor número de repastos para obtenção do sangue. A alimentação com sangue de camundongo determinou um encurtamento no tempo de evolução, menores volumes de sangue necessário à evolução e menor número de repastos. A infecção pelo T. cruzi determinou aumento da quantidade de sangue necessário para as ninfas de 5.º estádio, assim como maior número de repastos nas ninfas do mesmo estádio submetidas a 25ºC de temperatura. Ocorreram interações entre a temperatura, a fonte de sangue e a infecção pelo T. cruzi.

    Abstract in English:

    The rearing of T. infestans under several temperature, blood feeding and infection conditions, was observed. Temperature levels were 25 and 30ºC, blood sources were mice and chickens, and were reported as with or without Trypanosoma cruzi infections. A shortness of the entire cycle from the hatching of the egg to adult in the high temperature level was observed. Beside this, less blood quantities and few blood meals were required to reach the adult stage. The utilization of mouse blood gave too a shorter time expended in the evolution, with fewer meals and lesser blood in volume. The trypanosome infection was related with more quantity of blood need by the fifth nymphs, and more meals for these imature stage when submited at 25ºC of temperature. Interactions between the conditions studied, were recorded.
  • Os níveis de saúde na região da Grande São Paulo Artigos Originais

    Yunes, João; Bromberg, Rosa

    Abstract in Portuguese:

    Os níveis de saúde foram estudados, através de um série histórica, para a área metropolitana de São Paulo, formada por 37 municípios com uma população aproximada de 8 milhões de habitantes. A análise por sub-região e por município apresentou-se limitada, uma vez que os dados de estatística vital são registrados pelo local de ocorrência e não de procedência, podendo ocorrer superestimação dos valores dos coeficientes para as áreas onde os recursos de saúde são mais disponíveis - o caso do município de São Paulo - funcionando êste como centro polarizador de assistência médica. O decréscimo de mortalidade geral nos últimos 8 anos foi discreto, passando de 8,53 para 7,67 óbitos por mil habitantes. Tal valor não pode ser considerado satisfatório por ser jovem a população da área estudada (40% menor de 20 anos). A curva de Nelson de Moraes (curva de Mortalidade Proporcional) tendeu para a forma de um "J" normal, caracterizando um nível de saúde regular da área estudada. De acordo com as principais causas de óbitos, as condições de saúde demonstram um estágio insatisfatório, pois, embora as doenças do Aparelho Circulatório e Neoplasmas figurem como as duas primeiras causas, à semelhança dos países desenvolvidos, a seguir predominam as doenças da primeira Infância, do Aparelho Respiratório, Digestivo, Infecciosas e Parasitárias, como ocorre em áreas subdesenvolvidas. Pelas principais causas de óbitos, a Região da Grande São Paulo coloca-se numa situação intermediária entre áreas subdesenvolvidas e desenvolvidas. Entre os principais óbitos ocorridos por moléstias transmissíveis destacaram-se, por ordem decrescente de grandeza, a Tuberculose, Sarampo, Sífilis, Tétano, Disenteria, Coqueluche e Difteria. O coeficiente de Mortalidade Infantil a partir de 1961 começou aumentar (61,34/1000), alcançando em 1967 o valor de 74,92/1000. Êste aumento se deveu tanto à mortalidade neonatal como à infantil tardia. A mesma tendência se verificou para o Município e o Estado de São Paulo, denotando, portanto, uma piora nas condições de saúde. Tal fato é incompatível com as características da área, uma vez que é a região mais urbanizada e desenvolvida sócio-econômicamente, não só do Estado, como do país e talvez da América Latina. Entre as principais causas de óbitos na Mortalidade Infantil, destacam-se em ordem decrescente as causas Pré-natais, Natais e Neonatais, Doenças do Aparelho Digestivo, Doenças do Aparelho Respiratório e Doenças Infecciosas e Parasitárias. As principais moléstias transmissíveis na mortalidade infantil foram em ordem decrescente: Sarampo, Coqueluche, Tétano, Tuberculose, Disenteria, Infecções meningocócicas, Varíola e Encefalite. Entre os principais fatôres predisponentes, assinalou-se: precária assistência materno-infantil, carência de leitos gratuitos em maternidade, alta proporção de nascimentos domiciliares, falta de pessoal especializado para atendimento infantil, inadequadas condições de saneamento (40% da população sem rêde pública de água e 65% sem rêde de esgôto), deficit de leitos hospitalares infantis para a população de menor poder aquisitivo e, sobretudo, baixo nível sócio-econômico de uma boa parcela da população em estudo.

    Abstract in English:

    Health levels were studied through a historical series in the Metropolitan Area of S. Paulo (Brazil), composed of 37 cities with a population of 8 millions inhabitants. Analysis made by region and cities seemed limited, since the vital statistical data are recorded through the local occurrence and not through the local origin. For this, superestimation of rates can happen exactly in the areas where the health resources are more available like the city of S. Paulo, which works as a polorizing center of medical care. The fall of crude death rate in the last eight years was low, changing from 8.53 to 7.67 deaths per thousand inhabitants. Nelson de Moraes' Curve (proportional deaths ratio) tended to a normal form of a "J", which demonstrated a regular health level of the studied are. According to the main causes of death, health levels showed an inadequate condition, for, although Circulatory Diseases and Neoplasm are the two main causes of death, even in developed countries, next comes Childhood Diseases, Respiratory Diseases, Digestive System Diseases and Infection and Parasitoses Diseases like in underdeceloped ares. The area of the Greater São Paulo (Brazil) itself in an intermediate position between developed and underdeveloped countries according to the causes of death that occurs in its area. Tuberculoses, Measles, Siphilis, Tetanus, Dysenteria, Whooping Cough and Diphteria were among the communicable diseases the main causes of death. The infantil mortality rate since 1961 (61.34/1000) had increased rapidly and had reached 74.92/1000 live birth in 1967. This increase was caused either by neo-natal or post-neonatal mortality. The trends happened to the city and to the State of S. Paulo, showing in this way an agravation in the health levels. Such event is unvailable with the characteristics of the area of the Greater S. Paulo (Brazil), since this is the most urbanized and social-economical developed region, not only of the State of S. Paulo, but also of Brazil, and may be of Latin America. Among the main causes of death in the infant mortality rate, appears in decreasing order, prenatal, natal and neonatal deaths, Digestive system Diseases, Respiratory Diseases and Infection Diseases. Among the main Communicable Diseases in the infant mortality period appears Measles, Whooping Cough, Tetanus, Tuberculoses, Dysenteria, Meningococcus Infections, Smallpox and Encephalites. Among the main predisponent factors, were pointed out poor maternal and infant care, lack of maternity beds to indigent people, high proportion of home deliveries, lack of qualified persons to attend infant care, inadequate enviromental health (40% of population without public water supply and 65% without public sewerage system), lack of infantil beds, mainly to the population of the lower social-economical conditions.
  • Pesquisa social em saúde pública Artigos Originais

    Piovesan, Armando

    Abstract in Portuguese:

    Após comentar a inexistência de delimitação clara entre a pesquisa social e a pesquisa em saúde pública, com emprego da metodologia das ciências sociais, o trabalho procura: 1. conceituar a pesquisa social em saúde pública, distinguindo-a da pesquisa social; 2. indicar, de forma sistematizada, as principais linhas de pesquisa social em saúde pública; e 3. estabelecer a área de competência do sanitarista em relação à pesquisa social em saúde pública.

    Abstract in English:

    The non-existance of a clear borderline between the social and the public health researches through the application of social sciences methodology, is commented. After this, work intends: 1) to form an opinion about social research in public health showing its difference from social research; 2) to show, in a systematic maner, the main social investigation trends in public health; 3) to establish the area of competence of the public health worker related to social research in public health.
  • Reservatório para fornecer séries de amostras de ar de composição constante Notas e Informações

    Stettiner, Herbert M. A.

    Abstract in Portuguese:

    Para preparar misturas de ar com pequenas quantidades de vapores ou gases, propõe-se o uso de um dispositivo que permite retirar séries de amostras de composição constante. Êste é construído fàcilmente e ocupa pouco espaço.

    Abstract in English:

    A container is recommended to prepare mixtures of air with small quantities of vapors or gases and to supply series of samples of constant composition for testing analytical methods.
  • Apresentação do primeiro caso autóctone de doença de Chagas diagnosticado no Estado de Santa Catarina, Brasil Notas e Informações

    Oliveira, Osvaldo Vitorino; Oliveira, Fernando Osvaldo; Ferreira Neto, Joaquin A.

    Abstract in Portuguese:

    Apresentação do primeiro caso de doença de Chagas, diagnosticado no município de Gaspar, Estado de Santa Catarina, Brasil. Como não se conseguiu demonstrar a presença de triatomíneos na região, não foi possível determinar especìficamente o mecanismo de transmissão.

    Abstract in English:

    The first case of Chagas' diseases was diagnosed in Santa Catarina, Brazil. As it was not possible to find the triatominae bugs in that region, the mechanism of transmission remained obscure.
  • Lutzomyia falciformis (Floch & Abonnenc, 1944) sinônimo de Lutzomyia monstruosa (Floch & Abonnenc, 1944) Notas e Informações

    Fraiha, Habib; Shaw, Jeffrey J.; Lainson, Ralph
  • Resumos dos trabalhos apresentados nas reuniões científicas do Departamento de Higiene e Medicina Tropical da Associação Paulista de Medicina, de fevereiro a agôsto de 1970 Notas e Informações

  • Untitled document Resumos

Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Avenida Dr. Arnaldo, 715, 01246-904 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3061-7985 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@usp.br