Métodos de determinação da área basal de uma pastagem de capim-elefante

Methods for determining the basal area of an elephantgrass pasture

Geraldo Bueno Martha Júnior Moacyr Corsi Rodrigo Fernando Maule Paulo Cesar Ocheuze Trivelin Ricardo Rovari João Carlos Passoni Júnior Sobre os autores

Avaliou-se quantitativamente a área basal de uma pastagem de capim-elefante (Pennisetum purpureum, Schum.) cv. 'Napier' através de três métodos, designados como: trena (T), quadrado (Q) e fotografia (F). A avaliação foi efetuada numa área de 1.800 m2, onde realizaram-se 10 amostragens para cada um dos métodos. A porcentagem de área basal média dos três métodos testados foi de 44 %, sendo que as comparações entre T e Q e Q e F não diferiram estatisticamente (P>0,05). A porcentagem de área basal determinada pelo método T (47,6 %) foi superior (P<0,05) ao método F (41,7 %) em 6 unidades percentuais.

Pennisetum purpureum; metodologia; área basal


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br