Determinação do carbono orgânico em organossolos e solos com horizontes com elevado conteúdo de matéria orgânica

Sistemas taxonômicos distinguem horizontes e/ou camadas minerais das orgânicas baseando-se na quantidade de carbono orgânico. Assim, o procedimento adotado em pesquisas para a quantificação do conteúdo de carbono orgânico é de grande importância para a classificação das terras e correlacionar as suas propriedades com dados de outros estudos. Com o objetivo de avaliar os diferentes métodos para medir o conteúdo de carbono orgânico e de matéria orgânica em Organossolo e solos com elevados teores de matéria orgânica, de diferentes regiões do Brasil, cinqüenta e três amostras de terra foram comparativamente analisadas pelos métodos de Walkley & Black (modificado), Embrapa, Yeomans & Bremner, Yeomans & Bremner modificado, forno mufla, e CHN. O método Walkley & Black modificado (C-W & B md) e a combustão de matéria orgânica no forno mufla (MO-Mufla) revelaram-se mais satisfatórios para as amostras com elevado conteúdo de carbono orgânico. Com base em dados de análise de regressão, os teores de matéria orgânica determinados pela mufla podem ser calculados a partir dos dados de C-W & B md aplicando-se um fator que varia de 2,00 a 2,19 com 95% de probabilidade. O fator 2,10, valor médio, é sugerido para a conversão dos resultados obtidos por estes métodos.

Walkley & Black; Yeomans & Bremner; classificação de solo; métodos para matéria orgânica do solo; análises químicas de solo


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br