Acidez do solo, calagem e comportamento da soja cultivada em plantio direto

Os efeitos das alterações químicas do solo ocasionadas pela aplicação superficial de calcário no crescimento radicular, na nutrição mineral e na produção de grãos de soja cultivada em sistema plantio direto são pouco conhecidos e foram estudados no presente trabalho. O experimento foi realizado em um Latossolo Vermelho distrófico textura média, em Ponta Grossa (PR). O delineamento experimental empregado foi o de blocos completos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições. As parcelas receberam quatro doses de calcário dolomítico na superfície (0, 2, 4 e 6 Mg ha-1), em julho de 1993, e, nas subparcelas, foram reaplicadas duas doses de calcário dolomítico na superfície (0 e 3 Mg ha-1), em junho de 2000. A calagem, após nove anos, aumentou o pH e o Ca2+ trocável e reduziu o Al3+ trocável e a saturação por alumínio do solo, até a profundidade de 60 cm. A reaplicação de calcário, após dois anos, também proporcionou melhoria nas condições de acidez do solo até a profundidade de 60 cm. O comprimento total de raízes de soja por unidade de área superficial de solo (0-60 cm) foi reduzido com a calagem na superfície em plantio direto. A redução de Al3+ trocável no solo com a calagem não alterou as concentrações de Al nas raízes e nas folhas de soja. O calcário dolomítico aplicado na superfície em plantio direto aumentou as concentrações de Ca e Mg e reduziu o teor de Mn nas raízes e nas folhas de soja. A produção de grãos de soja não foi influenciada pela calagem na superfície por causa da baixa toxicidade do Al e ainda porque o crescimento radicular foi estimulado por condições de stress de acidez do solo no sistema plantio direto.

Glicyne max (L.) Merrill; acidez; subsolo; sistema radicular; nutrientes


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br