INFLUÊNCIA DO ANELAMENTO E ESTIOLAMENTO DE RAMOS NA PROPAGAÇÃO DA LARANJEIRA VALÊNCIA (Citrus sinensis Osbeck) ATRAVÉS DE ESTACAS

A.M. CASTRO E. KERSTEN Sobre os autores

Objetivando estudar a influência do condicionamento de ramos, através do anelamento e estiolamento parcial, sobre o enraizamento de estacas de laranjeira cv. Valência, conduziu-se o experimento no período de fevereiro a dezembro de 1993. Para o anelamento foi utilizado arame fino de cobre com o qual provocou-se um estrangulamento na base do ramo. No estiolamento, utilizou-se fita preta de polietileno, que foi enrolada na base das brotações. De cada ramo condicionado, obteve-se apenas uma estaca com 15 cm de comprimento, diâmetro médio de 0,5 cm e um par de folhas apicais, cortadas pela metade. O plantio das estacas foi realizado em 12.04.93, em substrato de areia lavada e peneirada. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3x3, resultante das combinações entre os períodos de zero, 30 e 60 dias dos fatores anelamento e estiolamento. Verificou-se que não ocorreu enraizamento nas estacas que permaneceram três meses no substrato e variou de 0 até 26,04% para aquelas que permaneceram oito meses. O período de estiolamento influenciou significativamente o percentual de estacas enraizadas.

anelamento; estiolamento; propagação vegetativa; laranjeira Valência; estacas


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br