Crescimento e produção do milho irrigadocom água salina

O milho (Zea mays L.) é uma importante cultura no Brasil, sendo cultivado em todas as regiões, incluindo a região do semi-árido, onde é comum a ocorrência de águas com alta concentração de sais. Avaliar o crescimento e a produção do milho, híbrido 'AG 6690', irrigado com águas de diferentes níveis de salinidade foi o objetivo deste trabalho. O plantio foi realizado em vasos com 12 sementes por vaso, em 23 de maio de 2003, e realizado o desbaste deixando-se apenas duas plantas por vaso. A irrigação foi realizada sempre que o potencial mátrico médio do solo de cada tratamento aproximava-se de -30 kPa, utilizando-se águas com sete diferentes condutividades elétricas (ECi) variando entre 0,3 e 4,5 dS m-1, as quais foram alcançadas pela adição de NaCl e CaCl2 na proporção equivalente de 1:1. O peso seco de todas as partes da planta foi reduzido pela salinidade, assim como a evapotranspiração e a eficiência de uso de água. A produção reduziu por 21 e 20% para cada aumento unitário de ECi e ECs (condutividade elétrica da solução do solo) acima dos valores limiares de 1,7 e 4,3 dS m-1, respectivamente. As plantas foram capazes de manter a área foliar constante sob condições de salinidade moderada.

Zea mays L.; tolerância à salinidade; solução do solo; área foliar; evapotranspiração


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br