Variação genética e ganhos obtidos por meio do melhoramento genético da seringueira

Partindo-se da polinização à recomendação de clones para o plantio, o ciclo de melhoramento da seringueira, o qual compreende três ciclos de seleção leva em torno de 20-30 anos. Cinco hectares de uma população clonal de seringueira [Hevea brasiliensis Willd. ex Adr. de Juss.) Muell.-Arg.] foram instalados em Votuporanga, região Noroeste do Estado de São Paulo. A população inclui 98 clones, cuja maioria é derivada de árvores selecionadas na floresta nativa de seringueira na Amazônia. Três testes de progênies de polinização aberta foram conduzidos nas estações experimentais de Pindorama, Jaú e Votuporanga. Mudas de 98 progênies inclusive a testemunha (CC) foram plantadas em cada um dos três locais. Foram feitas avaliações quando as plantas apresentaram um, dois e três anos respectivamente. A variação entre progênies para crescimento de perímetro do caule foi altamente significantes em todos os locais testados. Nas análises de variâncias conjuntas com os três locais também foram observadas diferenças entre progênies, e que o efeito da interação progênie × local não foi significativo. Estimativas de herdabilidade no sentido restrito em nível de árvore individual (h i²) foram variáveis dependentes das características, idade de avaliação e local dos experimentos. Foram calculados ganhos genéticos para as características da planta na idade de três anos através da comparação de desempenho nos materiais selecionados para os não selecionados (CC). O ganho genético total da primeira população geneticamente testada da população clonal de Votuporanga foi calculado como 25% para perímetro caule, 14% para produção de borracha e 25% para espessura da casca. Melhoramento da seringueira por meio da seleção, implantação de uma população clonal e teste de progênie com os clones é uma operação lucrativa e muito promissora.

Hevea brasiliensis; variância; covariância; herdabilidade de correlação; teste genético


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br