Temperatura e pH da solução nutritiva no crescimento das raízes primárias do trigo

O crescimento das raízes primárias é de grande importância para o estabelecimento da cultura do trigo (Triticum aestivum L.) em condição de sequeiro no Estado de São Paulo. Quatorze genótipos (linhagens mutantes e cultivares) de trigo foram comparados quanto ao crescimento das raízes primárias durante 7 e 15 dias de desenvolvimento em soluções nutritivas completas, com arejamento, em condição de laboratório. No primeiro experimento, empregaram-se soluções com três valores de pH (4,0; 5,0 e 6,0) mantendo-se constante a temperatura (24 ± 1°C) e no segundo, utilizaram-se soluções com mesmo pH (4,0), porém com três temperaturas (18°C ± 1°C, 24°C ± 1°C e 30°C ± 1°C). Observou-se grande variabilidade genética entre os genótipos avaliados para crescimento das raízes primárias nos primeiros estádios de desenvolvimento independentemente do pH, temperatura e período de crescimento nas soluções nutritivas. Os genótipos 6 (BH-1146) e 13 (IAC-17), tolerantes ao Al³+ exibiram potencial genético para maior crescimento radicular nos primeiros estádios de desenvolvimento (7 e 15 dias), independentemente da temperatura e do pH das soluções nutritivas. Os genótipos 14 (IAC-24 M), 15 (IAC-24), 17 (MON"S" / ALD "S") ´ IAC-24 M2, 18 (MON"S" / ALD "S") ´ IAC-24 M3 e 24 (KAUZ"S" / IAC-24 M3), tolerantes ao Al³+, apresentaram reduzido crescimento radicular nas mesmas condições.

Triticum aestivum L.; cultura de sequeiro; crescimento radicular


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br