Conteúdo de ácido l-ascórbico, β-caroteno e licopeno em frutos de mamão (Carica papaya) com e sem mancha fisiológica

A Mancha Fisiológica do Mamão (MFM) é uma desordem da casca do mamão, que deprecia a aparência do fruto e prejudica a sua comercialização, embora não prejudique o seu valor nutritivo. Considerando ser o mamão, uma boa fonte de ácido L-ascórbico, b-caroteno e licopeno, esta pesquisa visou determinar o índice destes componentes em frutas de mamão, das variedades do grupo 'Formosa' e 'Solo', com e sem Mancha Fisiológica do Mamão (MFM) aparente na pele. As frutas foram colhidas na região do sudeste de Brasil. O teor de ácido L-ascórbico foi determinado pela técnica de titulação. Os índices do b-caroteno e do licopeno foram determinados pela técnica de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC). O teor de ácido L-ascórbico variou de (59,9 ± 3,4) mg 100 g-1 a (112,4 ± 12,6) mg 100 g-1 de polpa fresca de mamão. O teor de b-caroteno variou de (0,19 ± 0,07) mg 100 g-1 a (0,56 ± 0,09) mg 100 g-1 e o do licopeno variou de (1,44 ± 0,28) mg 100 g-1 a (3,39 ± 0,32) mg 100 g-1 de polpa fresca de mamão. Os índices de ácidos L-ascórbico na polpa dos frutos de mamão com MFM variaram de 7,0 mg 100 g-1 a 10,0 mg 100 g-1 a mais do que os teores encontrados na polpa dos frutos de mamão sem a MFM (P < 0,05).

Brasil; composição de frutas; carotenoides; vitamina C; composição de alimentos


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br