CONSERVAÇÃO E GERMINAÇÃO DE SEMENTES E DESENVOLVIMENTO DE PLÂNTULAS DA PEREIRA PORTA-ENXERTO TAIWAN NASHI-C

W. BARBOSA F.A.C. DALL'ORTO M. OJIMA M.C.S.S. NOVO J.A. BETTI F.P. MARTINS Sobre os autores

Pesquisaram-se, por trinta meses, a conservação e a germinação de sementes, a emergência e o desenvolvimento de plântulas da pereira porta-enxerto Taiwan Nashi-C (Pyrus calleryana Decaisne). Sementes com 12% de umidade armazenadas sob ambiente frio (5-10oC), em frascos de vidro com tampa plástica, mostraram alto poder de conservação. Germinações de 100% ocorreram até o 9o mês, diminuindo para 97, 94, 83 e 76% no final do 12o, 18o, 24o e 30o mês de armazenamento, com uma emergência, em condições de ripado, de 88, 89, 81, 76 e 70% respectivamente. Posteriormente ao 12o mês de armazenamento das sementes, a germinação que ocorria próximo aos 35 dias de estratificação, passou a necessitar mais de 50 dias para emissão da radícula. As plântulas, com rápido e vigoroso desenvolvimento vegetativo, atingiram 141,5cm de altura e 11,9mm de diâmetro, em média, após um ano da emergência. O ponto de enxertia foi atingido por 65% dos porta-enxertos aos oito meses de desenvolvimento, com diâmetro médio de 10,4mm. Cerca de 20% dos indivíduos se apresentaram anormais, com segregação genética indesejável para fins de formação de mudas vigorosas de pereira.

pêra; porta-enxerto oriental; longevidade das sementes; armazenagem a frio


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br