Desenvolvimento vegetativo e produtividade do morangueiro irrigado, com coberturas de solo em diferentes ambientes de cultivo

O desenvolvimento vegetativo e a produção do morangueiro submetido a diferentes níveis de irrigação e coberturas do solo ainda não é bem conhecido, principalmente para diferentes ambientes de cultivo. Foram instalados dois experimentos em Atibaia, SP, Brasil, em 1995, um em ambiente protegido e o outro em campo aberto, para avaliar o crescimento vegetativo e a produção da cultivar Campinas IAC-2712, sob diferentes níveis de irrigação e coberturas do solo (polietileno preto e transparente). Três níveis de potencial de água no solo foram utilizados a fim de determinar o momento de irrigação, correspondendo a -0,010 (N1), -0,035 (N2) e -0,070 (N3) MPa, medidos por tensiômetros instalados a 10 cm de profundidade. Os experimentos foram instalados em esquema fatorial 2 × 3, em blocos ao acaso com cinco repetições. No cultivo protegido, os níveis de irrigação de -0,010 e -0,035 MPa e a cobertura de solo com plástico transparente favoreceram o crescimento vegetativo, avaliado por meio da altura da planta, máxima dimensão horizontal da planta e índice de área foliar, além da produção total de frutos comerciáveis. No cultivo em campo aberto não houve efeito de tratamentos devido a ocorrência de chuvas durante o período experimental.

Fragaria ×; ananassa Duch.; irrigação localizada; manejo da água; estufa


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br