Alterações bioquímicas e fisiológicas em sementes de milho causadas pelo ao envelhecimento acelerado

Biochemical and physiological alterations in corn seeds due to accelerated aging

Maria Cristina Mingues Spinola Silvio Moure Cícero Murilo de Melo Sobre os autores

Para avaliar possíveis alterações bioquímicas (análises eletroforéticas de proteínas totais e das isoenzimas peroxidase, fosfatase ácida e malato desidrogenase) e fisiológicas (germinação e vigor) que ocorrem nas sementes de milho durante a permanência das mesmas nas condições recomendadas na metodologia do teste de envelhecimento acelerado (41ºC e 100% UR), foi realizada a presente pesquisa. Utilizaram-se sementes de milho, híbrido AG122, provenientes de quatro lotes. Os períodos 0, 24, 48, 72, 96 e 120 horas de permanência das sementes na incubadora (envelhecimento acelerado) definiram os tratamentos. As alterações nos perfís isoenzimáticos (fosfatase ácida e peroxidase) detectadas nas sementes, a partir do período 72h de envelhecimento acelerado, revelaram o provável efeito deteriorativo provocado pela exposição das sementes às condições do teste, independentemente da qualidade do lote, apesar de a maioria dos testes determinantes da qualidade fisiológica das sementes não terem sido sensíveis para detectar tal efeito.

Zea mays; eletroforese; germinação; vigor


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br