Condutividade elétrica de complexos organominerais sintéticos

O mecanismo de formação de complexos organominerais no solo é muito complexo e ainda pouco conhecido. O exame destes complexos em sua forma inalterada, quando isolados do solo, é muito difícil devido ao efeito dispersivo de todos agentes de extração que quebram estes complexos, destruindo suas propriedades naturais. É muito mais fácil executar a maioria dos testes em preparações de complexos organominerais obtidos em condições de laboratório. Este trabalho se preocupa com pesquisa de modelo sobre a formação de complexos sintéticos de ácidos húmicos com minerais: montmorilonita sódica, mica, caulinita em varios pHs (3-7) na presença de ions de alumínio. Seu objetivo foi desenvolver uma reação de suspensão ótima para a síntese de complexos organominerais, para estudar o papel dos ions de Al e procurar determinar o grau de sua complexidade em base de sua condutividade elétrica. Uma importante influência do pH da suspensão foi observada em relação à condutividade elétrica. A maior correlação foi encontrada para preparações organominerais com caulinita e com Al (r = 0,93***). Em termos gerais, o grau de reação dos ácidos húmicos com os minerais depende, antes de tudo, do tipo de mineral, do pH e da presença de Al.

ácidos húmicos; minerais de argila; óxido de alumínio; grau de formação do complexo


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br