Crescimento do capim-marandu submetido à estratégias de lotação intermitente

Estratégias de pastejo alteram a área foliar dos pastos, interferindo em seus padrões de crescimento e afetando o acúmulo e a utilização de forragem. O objetivo desse experimento foi avaliar o crescimento de pastos de capim-marandu (Brachiaria brizantha cv. Marandu) submetidos a estratégias de lotação intermitente. O experimento foi realizado em Piracicaba, SP, Brasil, de Outubro/2004 a Setembro/2005. Os pastejos foram realizados quando o dossel atingia 95 ou 100% de interceptação luminosa (IL) até as alturas pós-pastejo de 10 e 15 cm, seguindo um arranjo fatorial 2 × 2 com 4 repetições e um delineamento de blocos completos casualizados. Avaliaram-se a taxa de crescimento da cultura, a taxa de crescimento relativo, a taxa de assimilação líquida, a razão de área foliar e a razão de peso foliar. No início e final de primavera a maior taxa de crescimento da cultura foi registrada para o tratamento 95/15 (11.2 e 10.1 g m-2 dia-1, respectivamente), associada a altos valores de taxa de assimilação líquida (4.4 e 6.9 g m-2 dia-1, respectivamente), razão de área foliar (0.0095 e 0.0103 m-2 g-1, respectivamente) e razão de peso foliar (0.56 e 0.56 g g-1, respectivamente). Para compensar reduções em taxa de assimilação líquida a planta se ajustou morfológica e fisiologicamente aumentando a razão de área foliar e razão de peso foliar. A taxa de crescimento relativo e a taxa de assimilação líquida foram, respectivamente, 26% e 50% superiores nos pastos manejados com 95% relativamente àqueles com 100% de IL. No início de primavera os tratamentos 100/10 e 95/15 resultaram na maior taxa de crescimento relativo (0.086 e 0.059 g m-2 dia-1, respectivamente). O tratamento 95/15 resultou no padrão mais favorável de crescimento (taxas de crescimento da cultura, crescimento relativo e assimilatória líquida), particularmente durante o período de transição entre inverno e primavera.

Brachiaria brizantha; interceptação luminosa; manejo do pastejo; rebrotação


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br