Recobrimento polimérico, germinação e vigor de sementes de brócolos

Dentre as sementes de hortaliças comercializadas no mercado interno e externo, a Brassica oleracea var. itálica ocupa lugar de destaque. Os produtores de hortaliças têm exigido sementes com alto grau de pureza, germinação e vigor, uma vez que a qualidade das sementes é considerada a base para o sucesso do sistema de produção. Neste trabalho foi avaliado o recobrimento de sementes de brócolos em leito de jorro, utilizando uma suspensão aquosa de hidroxi-etil-celulose. Através de um planejamento fatorial completo de três fatores e dois níveis, determinou-se quantitativamente o efeito das variáveis operacionais: temperatura do ar de jorro, pressão de atomização e vazão de suspensão, sobre as variáveis dependentes: poder de germinação, envelhecimento acelerado e velocidade de germinação em solo. O tempo máximo de processo foi de 120 min. Um delineamento inteiramente casualizado foi aplicado para as mesmas variáveis dependentes, neste caso, avaliando diferenças entre sementes recobertas e não recobertas. Não houve diferença pronunciada na germinação, envelhecimento acelerado das sementes e velocidade de germinação em solo entre sementes recobertas e não recobertas. É possível recobrir sementes de brócolos com hidroxi-etil-celulose, em leito de jorro sem prejuízo à qualidade fisiológica das sementes. A superfície das sementes recobertas apresentou distribuição e dispersão satisfatória do polímero, recobrimento uniforme e individual e aspecto homogêneo.

hidroxi-etil-celulose; recobrimento de sementes; leito de jorro


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br