Relação água-produção na cultura da batata sob diferentes métodos e regimes de irrigação

Em casos de limitações de recursos hídricos, o planejamento da produção agrícola depende da resposta dos parâmetros de produção à prática da irrigação. Este estudo visa determinar o efeito de diferentes métodos e regimes de irrigação na produtividade da batata na região de Trakya, Turquia, durante os anos de 2003 e 2005. As batatas foram plantadas sob irrigação por sulcos e por gotejamento, em três regimes: prática de irrigação quando 30, 50 ou 70% da água disponível era consumida. A evapotranpisração sazonal da cultura variou entre 501 e 683 mm em 2003, e entre 464 e 647 mm em 2005. O método de irrigação não afetou significativamente a produção de tubérculos nos dois anos. Os regimes de irrigação influenciaram a produção de tubérculos (P < 0,05) em 2005, e as maiores produções foram registradas para o regime de irrigação 30%, 33,15 t ha-1 em 2003 e 44.56 t ha-1 em 2005. Os valores de eficiência do uso da água aumentaram de 4,70 para 6,63 nos tratamentos de irrigação por sulcos e de 5,19 para 9,47 kg m-3 nos tratamentos por gotejamento.

irrigação por sulcos; gotejamento; evapotranspiração; eficiência hídrica


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br