Identificação de uma planta não-hospedeira de Xylella fastidiosa para criação de insetos vetores sadios

A obtenção de cigarrinhas (Hemiptera: Cicadellidae) livres de Xylella fastidiosa é importante para estudos de interação entre essa bactéria e seus vetores, sendo desejável a seleção de uma planta que permita a criação desses insetos, mas não a multiplicação da bactéria. Neste estudo, duas plantas hospedeiras de cigarrinhas, Vernonia condensata (boldo) e Aloysia virgata (lixeira), foram inoculadas por agulha com as estirpes de citros e de cafeeiro de X. fastidiosa, para avaliar a possibilidade deste patógeno colonizá-las. Não foram observados sintomas, nem se detectou a bactéria por isolamento em meio de cultura e/ou PCR em períodos curtos (7 e 14 dias) ou longos (1, 4, 6 e 12 meses) após a inoculação. Para obtenção de adultos sadios das cigarrinhas vetoras, Acrogonia citrina, Bucephalogonia xanthophis, Dilobopterus costalimai, Homalodisca ignorata e Oncometopia facialis, ninfas de primeiros ínstares foram criadas em plantas de boldo. Não foi detectada X. fastidiosa em nenhum de 175 adultos obtidos da criação. V. condensata e A. virgata não permitem a colonização de X. fastidiosa, possibilitando assim a obtenção de cigarrinhas sadias para estudos com vetores.

Vernonia condensata; clorose variegada dos citros; requeima do cafeeiro; vetores; técnica de criação


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br