Atividade bioquímica e microbiológica do solo em videiras sob manejo orgânico e convencional no Nordeste do Brasil

O Vale do Submédio São Francisco é localizado na região do semi-árido brasileiro, sendo um importante centro da fruticultura irrigada, responsável por 97% da exportação nacional de uvas de mesa, incluindo as uvas sem sementes. Baseado no fato de que a fertilização orgânica pode melhorar a qualidade do solo, comparou-se o efeito do manejo orgânico e convencional sobre a atividade microbiana do solo e o estado micotrófico de videiras produtoras de uvas sem sementes. Foi avaliado o número de glomerosporos, número mais provável de propágulos (NMP), riqueza de espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA), colonização de FMA, produção de PSRG-FE, carbono da biomassa microbiana (C-BM), respiração microbiana, atividade de hidrólise do diacetato de fluoresceína (FDA) e quociente metabólico (qCO2). O manejo orgânico aumentou todas as variáveis, com exceção da PSRG-FE e do qCO2. A colonização micorrízica foi 4.7% no cultivo convencional e 15.9% no orgânico. O número de esporos variou de 4.1 a 12.4 por 50 g-1 solo em ambos os sistemas de manejo. O NMP de propágulos de FMA foi de 79 cm-3 solo no sistema convencional e 110 cm-3 solo no sistema orgânico. O carbono microbiano, a emissão de CO2 e a atividade do FDA apresentaram incrementos de 100 a 200% no cultivo orgânico. Treze espécies de FMA foram identificadas, a maioria no sistema orgânico. Acaulospora excavata, Entrophospora infrequens, Glomus sp.3 e Scutellospora sp. foram registradas apenas na cultura orgânica; S. gregaria foi exclusiva no cultivo convencional. O cultivo orgânico dos parreirais favorece a micorrização e a atividade microbiana do solo.

Vitis vinifera L.; fungos micorrízicos arbusculares; atividade microbiana do solo; semi-árido; agricultura sustentável


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br