Infestação de ninfas de cigarrinhas - das - raízes altera a quantidade de compostos fenólicos em cana - de - açucar

Com a intensificação da colheita mecanizada da cana-de-açúcar sem queima da palhada, a cigarrinha-das-raízes Mahanarva fimbriolata (Stal, 1854) tornou-se uma das principais pragas da cultura, favorecida pelas condições de umidade e baixa variação de temperatura do solo. Poucos trabalhos são dedicados ao estudo da resposta da planta ao ataque deste inseto, dificultando o conhecimento de cultivares resistentes. Os compostos fenólicos são muito estudados por sua ação anti-herbivoria. A presente pesquisa foi conduzida com o objetivo de verificar se o ataque de ninfas de M. fimbriolata induz alterações na quantidade de fenóis totais em cana-de-açúcar. O experimento foi instalado em casa de vegetação, com condições de temperatura e umidade controladas, com delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 X 2 X 4 e três repetições. Ninfas de segundo ínstar de M. fimbriolata foram inoculadas no sistema radicular das plantas, nos níveis: controle, 2-4 e 4-8 ninfas por vaso (primeira-segunda infestação, respectivamente). Os vasos foram cobertos com tela de nylon para isolar o efeito dos adultos, que eram mortos nos monitoramentos diários. Folhas e raízes foram coletadas e congeladas em nitrogênio líquido até a realização das análises. Plantas atacadas por ninfas de M. fimbriolata apresentaram maiores teores de fenóis totais em raízes e folhas. A cultivar SP80-1816 apresentou-se mais responsiva ao ataque das ninfas em raízes. A cultivar SP86-42 apresentou maiores teores de fenóis em raízes e folhas de plantas controle, podendo ser um indicativo da não-preferência dos insetos por esta variedade. O teor de compostos fenólicos parece não ser um bom marcador para identificar genótipos de cana-de-açúcar resistentes a ninfas de M. fimbriolata.

Saccharum spp; fenóis totais; metabolismo secundário; interação planta-inseto


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br