Associação de genótipos PIT1 com características de crescimento em gado Canchim

O uso de marcadores genéticos pode favorecer a identificação de animais geneticamente superiores em bovino de corte. O gene PIT1 codifica para o fator de transcrição Pit-1, crítico para ativar a expressão dos genes da prolactina, hormônio de crescimento e PIT1. Esta pesquisa investiga o efeito do polimorfismo HinfI-PIT1 sobre características de crescimento em 509 animais da raça Canchim, pertencentes à duas linhagens, GG1 e GG2. Os genótipos do gene PIT1 foram identificados pela técnica PCR-RFLP. Os efeitos dos genótipos sobre valores fenotípicos para pesos ao nascimento (PN), pesos padronizados à desmama (P240) e ao ano (P365), ganhos médios diários de peso do nascimento à desmama (GMND), e da desmama aos 12 meses de idade (GMD12) foram analisados pelo método dos quadrados mínimos. Foram observados efeitos de interação entre grupo genético do animal e genótipo de PIT1 sobre P240, GMND e GMD12 (P < 0.05). Diferenças entre médias dos genótipos HinfI (-/-), HinfI (+/+) e HinfI (+/-) para P240 e GMND foram observadas em GG2 (P < 0,05), revelando superioridade do genótipo HinfI (-/-). As médias dos genótipos (+/+) e (+/-) para P240 e GMND, não diferiram, sugerindo efeito de dominância do alelo HinfI (+). O alelo HinfI (-) mostrou-se favorável sobre P240 e GMND em GG2, quando em homozigose. A diferença de comportamento de PIT1 observada nos dois grupos genéticos pode sugerir a ação de loco de característica quantitativa ligado ao gene PIT1, segregando apenas em GG2.

RFLP; bovinos; fator pituitário 1; gene candidato


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br