Fitoextração de Pb por milho em um Latossolo tratado com Pb e EDTA

Bruno Fernando Faria Pereira Cleide Aparecida de Abreu Solange Romeiro Ana Maria Magalhães Andrade Lagôa Antônio Paz-González Sobre os autores

Uma das estratégias mais viáveis para a descontaminação de solos é a introdução de plantas especializadas na acumulação ou que toleram altas concentrações de metais. Nesse estudo avaliaram-se: i. o potencial acumulador de Pb de plantas de milho; ii. os efeitos do EDTA na absorção de Pb pelo milho; iii. o efeito do EDTA na disponibilidade de Pb utilizando diferentes extratores. Os tratamentos consistiram em doses de Pb (100; 200; 350; 1.200 and 2.400 mg kg-1) aplicados em um Latossolo na forma de Pb3(NO)2 com (0.5 g kg-1) e sem EDTA. A concentração de Pb foi determinada na parte aérea das plantas de milho, e no solo determinou-se o Pb disponível pelos métodos DTPA, Mehlich-3 e pasta de saturação. A especiação iônica da solução do solo foi determinada utilizando-se o software Visual-Minteq. Embora tenha sido encontrado um baixo valor t (t <0.70), a concentração de Pb na parte aérea do milho foi alta (>1.500 mg kg-1), independente da adição de EDTA. As plantas de milho que receberam EDTA apresentaram redução na massa seca, principalmente devido aos níveis tóxicos de Fe e Al do Latossolo. Todas as soluções extratoras utilizadas foram eficientes em determinar o Pb disponível nas amostras de solo, mas a pasta de saturação foi o processo mais trabalhoso. Em baixa e média concentração de Pb no solo as plantas cresceram menos com EDTA, portanto a fitoextração foi menos eficiente. Não é recomendada a adição de EDTA no solo buscando aumentar a absorção de Pb pelas plantas de milho.

Mehlich-3; DTPA; fitorremediação; Pb disponível; especiação iônica


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br