Histomorfologia intestinal de Pseudoplatystoma fasciatum alimentado com colostro bovino como fonte de proteína e peptídeos bioativos

Respostas histológicas do intestino são fundamentais para avaliar o valor nutritivo de ingredientes alimentares, uma vez que o órgão não é só o principal local de digestão e absorção dos nutrientes, mas também exerce uma importante função imunológica. Alterações histomorfológicas foram avaliadas no intestino de juvenis de cachara, Pseudoplatystoma fasciatum, alimentado com dietas contendo 0 (controle), 10 e 20% de inclusão de colostro bovino liofilizado (CBL) como fonte de proteína e peptídeos bioativos, aos 30 e 60 dias. Aos 60 dias, peixes alimentados com 20CBL apresentaram macrófagos de aspecto distinto e alguns, uma grande concentração de vacúolos na mucosa retal. A espessura da camada muscular (ECM) em peixes alimentados com CBL foi maior na primeira porção do intestino médio em relação àqueles alimentados com 0CBL. Ao longo do período experimental, todos os peixes mostraram aumento significativo na ECM na segunda porção do intestino médio, entretanto peixes do grupo 20CBL tiveram menores valores para a ECM do que os demais, o que pode estar relacionado com o maior coeficiente intestinal encontrado para este grupo. A ECM no reto foi maior apenas para os peixes alimentados com 10CBL. A inclusão de CBL na dieta do cachara alterou características morfométricas do intestino e, possivelmente, induziu uma reação inflamatória na mucosa retal em função do nível de inclusão, período de alimentação e porção do intestino analisada.

absorção intestinal; histologia; proteína láctea; colostro bovino liofilizado; cachara


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br