Conteúdo de nutrientes em componentes da biomassa de laranjeira hamlin

A compreensão da distribuição de nutrientes na árvore é importante para o estabelecimento de programas de manejo nutricional eficientes para a produção de citros. Árvores de laranjeira Hamlin [Citrus sinensis (L.) Osb.] em citrumelo Swingle [Poncirus trifoliata (L.) Raf. x Citrus paradisi Macfad.], com 6 anos de idade, cultivadas num Entisol da Flórida foram colhidas para investigar a distribuição e o conteúdo de macro e micronutrientes em componentes da biomassa. A distribuição de nutrientes, em peso seco, da biomassa total da árvore foi: frutos = 30,3%, folhas = 9,7%, ramos = 26,1%, tronco = 6,3% e raízes = 27,8%. A concentração de nutrientes em folhas recém maduras ficou entre os níveis adequado e ótimo pela interpretação da análise foliar da Flórida. Maiores concentrações de Ca foram observadas nas folhas mais velhas e nos tecidos lenhosos. Concentrações de micronutrientes foram significativamente maiores nas radicelas em comparação àquelas lenhosas. O maior conteúdo de nutriente na árvore foi de Ca (273,8 g/árvore), seguido de N e de K (243,7 e 181,5 g/árvore, respectivamente). Outros macronutrientes somaram cerca de 11% do conteúdo total de nutrientes. O conteúdo de vários nutrientes na fruta fresca, em kg ton-1, foi: N = 1,20; K = 1,54; P = 0,18; Ca = 0,57; Mg = 0,12; S = 0,09; B = 1,63 x 10-3; Cu = 0,39 x 10-3; Fe = 2,1 x 10-3; Mn = 0,38 x 10-3 e Zn = 0,40 x 10-3. O conteúdo total de N, K e P no pomar correspondeu a 66,5, 52,0, and 8,3 kg ha-1, respectivamente, os quais foram equivalentes às quantidades de nutriente aplicadas anualmente pela adubação.

Citrus sinensis; nutrição mineral; matéria seca; análise química; distribuição de nutrientes


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Phone: +55 19 3429-4401 / 3429-4486 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br