Otimização da velocidade de nado sustentado em matrinxã Brycon amazonicus: rendimento e aspectos adaptativos

Modificações deletérias no metabolismo, rendimento de crescimento e composição corporal podem ser observadas em peixes forçados à natação contínua ou intermitente sob velocidades excessivas. Neste trabalho, os efeitos de quatro velocidades de água no crescimento, composição corporal e perfil hematológico foram avaliados em matrinxãs juvenis, Brycon amazonicus. Os peixes (33,3 ± 0,9 g e 13,44 ± 0,1 cm) foram mantidos durante 90 dias em cinco velocidades de água (0,0 – controle; 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5 comprimentos corporais - BL por segundo). As melhores velocidades de nadado estiveram entre 1,0 e 1,5 BL s–1, nas quais o crescimento dos peixes foi 20% maior que nas outras. A hemoglobina e as células vermelhas do sangue em 1,5 BL s–1 aumentaram 24% e 18% respectivamente; o hematócrito foi 17 % maior em todos os peixes exercitados; o conteúdo de proteína do músculo branco em 1,0 BL s–1 foi 2% maior; a deposição de lipídio no músculo vermelho em 1,0 BL s–1 foi 22% maior e a retenção de água foi 3% menor. Os níveis de energia bruta aumentaram 10% em todos os peixes exercitados; a retenção de água no fígado foi 6 % menor em 1,0 BL s–1; a composição de lipídio no fígado foi 29% maior do que o controle e 34% maior do que a 1,5 BL s–1; a energia bruta no fígado aumentou em 1.0 BL s–1 comparada com o controle e 2,5 BL s–1. A deposição de lipídio no músculo ventral foi 9% maior em 2,0 BL s–1. Embora alta deposição de lipídio em matrinxã tenha sido obtida em velocidades moderadas de nado, os lipídios podem ser a fonte de combustível principal para manter as exigências metabólicas de matrinxã em exercício. A melhor velocidade de nado para obter o melhor crescimento em matrinxã está entre 1,0 e 1,5 BL s–1.

composição corporal; exercício; crescimento; hematologia


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br