Teores de nutrientes no caule, pecíolo e limbo da batateira em função da adubação potássica

Para avaliar a composição mineral em órgãos da batateira em função da adubação potássica, foi realizado experimento com doses de potássio (0, 60, 120, 240, 480 e 960 kg ha-1 de K2O) delineado em blocos casualizados com quatro repetições. Duas plantas por parcela foram amostradas aos 48 dias após emergência das plantas para avaliar teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Mn e Zn no caule, pecíolo e limbo da folha recém madura. Recomenda-se utilizar o pecíolo da batateira para avaliar o status de N, P, K, Ca, Mg e Cu e utilizar o limbo da batateira para avaliar o status de S, Mn e Zn. O caule não foi um bom indicador do estado nutricional em relação ao S. A aplicação de 353,4 kg ha-1 de K2O proporcionou a máxima produtividade de tubérculos (30,5 t ha-1) e teores de N, P e Cu no pecíolo iguais a 25,9 g kg-1, 1,4 g kg-1 e 9,7 mg kg-1, respectivamente, e teores de S, Mn e Zn no limbo iguais a 4,0 g kg-1, 155,2 mg kg-1 e 59,4 mg kg-1, respectivamente. Estas informações devem ser utilizadas na construção de banco de dados de teores adequados de nutrientes em diferentes partes da batateira e assim, auxiliar a diagnose nutricional da cultura da batata.

nutriente; diagnose nutricional; batata


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br