Crescimento e produtividade de milho afetados pela cobertura e preparo do solo sob um cultivo em Aléias

O sistema de cultivo em aléias é considerado uma forma de uso intensivo do solo, como uma alternativa ao sistema de corte e queima nas regiões tropicais. O cultivo em aléias foi testado para verificar sua viabilidade como prática de uso sustentável de um Argissolo da Amazônia. Foram avaliados o crescimento e a produtividade do milho sob esse sistema de cultivo. O arranjo experimental utilizado foi em blocos ao acaso, com quatro repetições e seis tratamentos: cobertura do solo com 13,4 e 8,9 t ha-1 de feijão guandu, um tratamento testemunha sem cobertura do solo com palha ("mulch"), com ou sem preparo. Foram determinadas porosidade total, capacidade de aeração e capacidade de água disponível do solo, taxa de assimilação líquida, taxa de crescimento da cultura, índice de área foliar e parâmetros de produtividade, como massa de espigas, massa de 100 grãos e matéria seca total. A cobertura e o preparo aumentaram a capacidade de aeração e essa cobertura das áreas preparadas evitou a recompactação. A reduzida capacidade de aeração teve um impacto negativo na taxa de assimilação líquida, o que resultou em produtividade baixa nas parcelas não cobertas e não preparadas, principalmente devido a redução do peso de grãos.

capacidade de aeração; recompactação; feijão guandu


São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" USP/ESALQ - Scientia Agricola, Av. Pádua Dias, 11, 13418-900 Piracicaba SP Brazil, Tel.: +55 19 3429-4401 / 3429-4486, Fax: +55 19 3429-4401 - Piracicaba - SP - Brazil
E-mail: scientia@usp.br