ENTRE LATIFÚNDIOS E FAVELAS: O BRASIL URBANO NO PENSAMENTO DE ANTHONY LEEDS

BETWEEN ESTATES AND FAVELAS: URBAN BRAZIL IN THE THOUGHT OF ANTHONY LEEDS

Nísia Trindade Lima Rachel de Almeida Viana Sobre os autores

Resumo

Neste artigo pretendemos analisar a contribuição de Anthony Leeds em seus trabalhos realizados no Brasil. Estabelecemos, com esse propósito, elementos de comparação entre a tese de doutoramento sobre a zona do cacau, a pesquisa sobre carreiras brasileiras e a análise sobre favelas. O estudo de sua obra permite ampliar a compreensão sobre as ciências sociais produzidas por antropólogos norte-americanos sobre o Brasil e a América Latina durante as décadas de 1950 a 1970, destacando perspectivas críticas ao pensamento hegemônico norte-americano orientado por teorias como a da modernização. Argumentamos que o estudo das favelas do Rio de Janeiro permitiu um maior refinamento dos argumentos de Leeds sobre a organização social no Brasil. Mais que localidades onde residiam pobres urbanos, elas foram vistas por ele como estruturas dinâmicas de circulação de pessoas e capitais, expressando as estratégias dos trabalhadores urbanos para lidar com as contradições de uma sociedade que vivia um acelerado processo de urbanização.

Palavras-chave:
Anthony Leeds; estudos urbanos; Projeto Bahia-Columbia; história da antropologia; favelas

Universidade Federal do Rio de Janeiro Largo do São Francisco de Paula, 1, sala 420, cep: 20051-070 - 2224-8965 ramal 215 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistappgsa@gmail.com