Accessibility / Report Error

A SOCIEDADE CONTRA OS MERCADOS. A MERCANTILIZAÇÃO DO DINHEIRO E O REPUDIA DA DÍVIDA

Resumo

Dos movimentos sociais de endividados no México, Espanha, Polônia, Croácia e Chile aos movimentos Ocuppy nos Estados Unidos, Israel e Canadá, as organizações que repudiam tanto a dívida quanto a centralidade dos mercados financeiros proliferam em todo o mundo. Neste artigo, me apoio na obra de Polanyi para enquadrar a financeirização da sociedade e as diferentes formas de repúdio ao endividamento como um duplo movimento, caracterizado como uma segunda onda de mercantilização do dinheiro e das tentativas da sociedade de se proteger do avanço das finanças. Baseando-me na literatura secundária e em minha própria investigação etnográfica sobre movimentos sociais de endividados, exploro as semelhanças e diferenças entre as diversas formas de repúdio à dívida por meio de ação coletiva, tanto em nível nacional quanto internacional.

Palavras-chave:
Financeirização; Karl Polanyi; duplo movimento; repúdio à dívida; movimentos sociais de endividados

Universidade Federal do Rio de Janeiro Largo do São Francisco de Paula, 1, sala 420, cep: 20051-070 - 2224-8965 ramal 215 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistappgsa@gmail.com