ÓRBITAS SINCRÔNICAS: SOCIÓLOGOS E INTELECTUAIS NEGROS EM SÃO PAULO, ANOS 1950-1970

SYNCHRONIC ORBITS: SOCIOLOGISTS AND BLACK INTELECTUALS IN SÃO PAULO, 1950s -1970s

Mário Augusto Medeiros da Silva Sobre o autor

Resumo

Procuro discutir a aproximação entre uma geração de sociólogos paulistanos, pesquisadores das relações raciais no Brasil, entre os anos 1950 e 1970, com ativistas e intelectuais negros de São Paulo. O foco se dá nas aproximações entre Florestan Fernandes e a Associação Cultural do Negro, permitindo retroceder e avançar no tempo, vislumbrando-se outras figuras igualmente importantes como Roger Bastide, Virgínia Leone Bicudo, Octavio Ianni, Eduardo de Oliveira e Oliveira. A hipótese é de que há uma aproximação de projetos políticos acerca da mudança social pautada pela luta antirracista, que se modificará em função do golpe de Estado civil-militar de 1964.

Palavras-chave
Intelectuais negros; ativismo; luta antirracista; Florestan Fernandes; Associação Cultural do Negro

Universidade Federal do Rio de Janeiro Largo do São Francisco de Paula, 1, sala 420, cep: 20051-070 - 2224-8965 ramal 215 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistappgsa@gmail.com