Na sala de espera do terreiro: uma investigação com adeptos da umbanda com queixas de adoecimento

In the waiting room of the terreiro: an investigation with Umbanda adepts with health complaints

Luciana Macedo Ferreira Silva Fabio Scorsolini-Comin Sobre os autores

Resumo

As queixas de adoecimento fazem parte de uma importante parcela das demandas religiosas em diversas crenças, com destaque para a umbanda no cenário brasileiro. O objetivo deste estudo etnopsicológico foi conhecer o modo como adeptos da umbanda com queixas de adoecimento compreendem os processos de saúde-doença. Participaram 20 adeptos atendidos em dois terreiros localizados em uma cidade de médio porte do estado de Minas Gerais, Brasil. O corpus foi composto por entrevistas semiestruturadas transcritas e organizadas pela análise temática. Destacam-se as ambivalências no processo de compreensão do adoecimento e das trajetórias terapêuticas que permeiam os relatos desses adeptos. Em que pesem as explicações de ordem médica, ligadas ao corpo físico e aos medicamentos, também emergem narrativas espirituais relativas ao mundo interno e à saúde mental. E não obstante as referências ao trabalho das entidades incorporadas, também são resgatadas críticas ao modo como profissionais de saúde se distanciam da religiosidade/espiritualidade - tanto a sua como a do paciente. Apesar dessas ambivalências, os adeptos expressam uma noção integrada de saúde quando buscam atendimento no terreiro, mesclando elementos científicos com expressões religiosas. Esse movimento reafirma a umbanda como um espaço de acolhimento da diversidade, em que diferentes racionalidades podem conviver.

Palavras-chave:
Religião e Psicologia; Religião e Medicina; Espiritualidade

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br