A atenção básica na perspectiva de gestores públicos do sistema único de saúde: estudo qualitativo

Karine Nicolau Bruna Faria Cassia Palos Sobre os autores

Resumo

A Atenção Básica (AB) refere-se ao nível de atenção que permite cidadãos(ãs) acessarem o Sistema Único de Saúde (SUS) longitudinal e continuadamente. A proposta e operacionalização da gestão em Saúde reafirmam valores sociais como o direito à saúde. Com o objetivo de analisar qualitativamente perspectivas relacionadas a este nível de atenção entrevistou-se gestores(as) de diferentes níveis hierárquicos da AB de um município de Mato Grosso. As informações produzidas foram submetidas à Análise de Conteúdo na modalidade temática, referenciada pelo pensamento e planejamento estratégicos em saúde, no âmbito da Saúde Coletiva. Os dados relativos à gestão em saúde na AB e ao atendimento à população produziram núcleos temáticos envolvendo gestão rotativa, atuação fragmentada e emergencial; oposição entre humanização e técnica; promoção vertical da saúde. Os(as) gestores(as) demonstraram compromisso e busca pela manutenção dos serviços por meio de ações assistenciais e pontuais. A organização top-down, na qual não está prevista a participação dos usuários(as) como condição para o planejamento, parece ter reforçado incoerências entre a proposta abrangente da AB e os diuturnos imprevistos estruturais, dificultando a problematização necessária à transformação dos processos de trabalho. Fortalecer institucionalmente a rede de AB exige investimento, qualificação profissional permanente e participação ativa dos sujeitos.

Palavras-chave:
Atenção Básica em Saúde; Gestão em Saúde; Planejamento Estratégico

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br