Os conceitos de região e regionalização: aspectos de sua evolução e possíveis usos para a regionalização da saúde

Fabio Betioli Contel Sobre o autor

O presente artigo resgata algumas das principais definições dos conceitos de região e regionalização estabelecidos ao longo do século XX na geografia humana, no sentido de encontrar parâmetros para seu uso no atual debate da regionalização da saúde. Essa releitura permitiu que se propusessem três possíveis caminhos para entender a interface entre região/regionalização e a saúde: 1) o resgate crítico de conceitos ligados à tradição da relação homem/meio na atual fase da "transição epidemiológica"; 2) a releitura da geografia das "redes urbanas" como elemento para se pensar as atuais redes de atenção à saúde e para o uso do "complexo industrial da saúde" como mecanismo de desenvolvimento regional; e 3) por fim, a utilização dos conceitos de região e regionalização com origem no marxismo para enfatizar os aspectos materiais e imateriais que estão na base da formação de regiões no atual período da globalização. Do ponto de vista metodológico, o principal recurso utilizado para a consecução do artigo foi a revisão bibliográfica sobre os temas abordados.

Região; Regionalização; Saúde; Geografia humana


Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br
Accessibility / Report Error