O processo de construção da gestão regional da saúde no estado de São Paulo: subsídios para a análise1 1 Este artigo apresenta os resultados da pesquisa "Análise do Processo de Construção da Gestão Regional no Estado de São Paulo - COAP/Redes de Atenção à Saúde", 2013, realizada por professores e seus orientandos, da linha de pesquisa Política, Gestão e Saúde do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública da Faculdade de Saúde Pública da USP, financiada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) - Carta Acordo BR/LOA/1200125.001. 1 This article presents the results of the research “Analyzing the Process of Constructing regional Management in the State of São Paulo – COAP/Health Care Networks”, 2013, by professors and their students following the research line of Politics, Management and Health in the Postgraduate Program in Public Health of the USP, financed by the Pan American Health Organization (Opas) – Pact BR/LOA/1200125.001.

Áquilas Mendes Marília C. P. Louvison Aurea M. Z. Ianni Marcel Guedes Leite Laura C. M. Feuerwerker Oswaldo Y. Tanaka Ligia Duarte José Alexandre Buso Weiller Natália Carolina Cairo Lara Lygia de Andrade Machado Botelho Cristiane A. L. Almeida Sobre os autores

Este artigo apresenta os resultados gerais da pesquisa sobre o processo de construção da gestão regional no estado de São Paulo, durante a discussão do COAP/redes de atenção, com o intuito de fornecer subsídios para a compreensão deste processo de pactuação regional da saúde, com enfoque nas regiões de saúde de Bauru, Baixada Santista, Grande ABC e Vale do Ribeira, no estado de São Paulo. Além dos resultados apresentados sobre as regiões de saúde estudadas, a metodologia utilizada no desenvolvimento da construção dos perfis das regiões constitui em si uma proposta metodológica de análise de perfis regionais de saúde. A primeira parte do artigo apresenta a metodologia geral adotada para a análise das regiões de saúde; a segunda, abrange os resultados e a discussão da pesquisa, organizados em dois itens. O primeiro destes itens refere-se à análise dos perfis das cinco regiões de saúde pesquisadas no Estado. O segundo, analisa os principais aspectos do processo de pactuação regional da saúde em São Paulo, destacando potencialidades e limites, a partir de entrevistas realizadas com gestores municipais e apoiadores do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de São Paulo dessas regiões.

Regionalização da Saúde; Gestão Regional; Redes de Atenção à Saúde; Estado de São Paulo


Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br