Médicos estrangeiros no Brasil: a arte do saber olhar, escutar e tocar1 1 Programas Nacionais de Saúde; Humanização da Assistência; Sistema Único de Saúde; Cuidados Médicos

Foreigners physicians in Brazil: the art of knowing to look, listen and touch

João Bosco Feitosa dos Santos Regina Heloisa Mattei de Oliveira Maciel Maria das Graças Guerra Lessa Ana Laís Lima Nunes Maia Emanoella Pessoa Angelim Guimarães Sobre os autores

Resumo

O programa Mais Médicos (PMM) faz parte de um amplo pacto de melhoria do SUS e pretende suprir a carência e diminuir a má distribuição de médicos entre as regiões do Brasil, fortalecer a atenção básica, aprimorar a formação médica e a política de educação permanente e promover a troca de experiências entre estrangeiros e brasileiros. Este artigo objetiva refletir sobre as peculiaridades do atendimento de médicos brasileiros e estrangeiros da primeira turma do PMM no Ceará. A metodologia utilizada é de natureza qualitativa, tendo como procedimentos: a observação direta dos equipamentos de saúde de doze municípios e entrevistas semiestruturadas com gestores (doze) e usuários (32) desses mesmos municípios que avaliaram o atendimento dos profissionais médicos. A cultura da prevenção e humanização no atendimento dos médicos estrangeiros é predominante, dentre os quais os cubanos são avaliados positivamente por usuários e gestores pela capacidade de ver, ouvir e tocar os pacientes. Esse comportamento mostra a necessidade de fortalecer a cultura do cuidado mais humanizado entre os médicos brasileiros.

Palavras-chave:
Programas Nacionais de Saúde; Humanização da Assistência; Sistema Único de Saúde; Cuidados Médicos

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br