Médicos estrangeiros no Brasil: a arte do saber olhar, escutar e tocar1 1 Programas Nacionais de Saúde; Humanização da Assistência; Sistema Único de Saúde; Cuidados Médicos

Foreigners physicians in Brazil: the art of knowing to look, listen and touch

Resumo

O programa Mais Médicos (PMM) faz parte de um amplo pacto de melhoria do SUS e pretende suprir a carência e diminuir a má distribuição de médicos entre as regiões do Brasil, fortalecer a atenção básica, aprimorar a formação médica e a política de educação permanente e promover a troca de experiências entre estrangeiros e brasileiros. Este artigo objetiva refletir sobre as peculiaridades do atendimento de médicos brasileiros e estrangeiros da primeira turma do PMM no Ceará. A metodologia utilizada é de natureza qualitativa, tendo como procedimentos: a observação direta dos equipamentos de saúde de doze municípios e entrevistas semiestruturadas com gestores (doze) e usuários (32) desses mesmos municípios que avaliaram o atendimento dos profissionais médicos. A cultura da prevenção e humanização no atendimento dos médicos estrangeiros é predominante, dentre os quais os cubanos são avaliados positivamente por usuários e gestores pela capacidade de ver, ouvir e tocar os pacientes. Esse comportamento mostra a necessidade de fortalecer a cultura do cuidado mais humanizado entre os médicos brasileiros.

Palavras-chave:
Programas Nacionais de Saúde; Humanização da Assistência; Sistema Único de Saúde; Cuidados Médicos

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. Av. dr. Arnaldo, 715, Prédio da Biblioteca, 2º andar sala 2, 01246-904 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: +55 11 3061-7880 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br