Religiosidade e qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise

Religiosity and quality of life of chronic renal failure patients under hemodialysis treatment

Fabio Correia Lima Nepomuceno Ivaldo Menezes de Melo Júnior Eveline de Almeida Silva Kerle Dayana Tavares de Lucena Sobre os autores

Objetivou-se avaliar a correlação entre a atitude religiosa e a Qualidade de Vida (QV) de 100 pacientes com insuficiência renal crônica em um serviço de hemodiálise. Utilizou-se como método de coleta de dados o formulário WHOQOL-Abreviado e Escala de Atitude Religiosa. Nas análises, o componente 1 da Escala de Atitude Religiosa se correlacionou com o domínio psicológico do WHOQOL-Abreviado (r = 0,21, p<0,05); o componente 2, com o nível de independência de QV (r = 0,28, p< 0,01); o componente 3, com o nível de independência (r=0,22, p<0,05), com o domínio relações sociais (r =0,22, p<0,05); e a satisfação com a QV, com o componente de religiosidade 2 (r = 0,22 , p<0,05). Assim, conclui-se que a religiosidade é uma fonte de conforto e esperança para os pacientes, promovendo bem-estar geral.

Insuficiência Renal Crônica; Religião; Qualidade de Vida


Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Av. Brasil, 4036, sala 802, 21040-361 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel. 55 21-3882-9140, Fax.55 21-2260-3782 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revista@saudeemdebate.org.br