Uma experiência de uso do georreferenciamento e do mapeamento no processo de territorialização na Atenção Primária à Saúde

An experience of georeferencing and mapping use in the process of territorialization in Primary Health Care

Melina Alves de Camargos Fátima Corrêa Oliver Sobre os autores

RESUMO

Este artigo tem como objetivo relatar a experiência do uso de ferramentas que instrumentalizam o processo de territorialização na Atenção Primária à Saúde. Como recursos metodológicos para nortear a inserção e apreensão das situações problema foram utilizados a observação participante e o diário de campo. A inserção junto ao Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica propiciou a apreensão das problemáticas, e, com isso, optou-se por desenvolver mapeamento e georreferenciamento a fim de colaborar com o processo de territorialização da unidade, visibilização de serviços e populações. O processo de territorialização, que está para além de incumbências burocráticas, demonstrou ser um desafio para os profissionais. Foi possível construir ferramentas junto às equipes da Unidade Básica de Saúde em questão, que pode ser norte para outras equipes e equipamentos de saúde.

PALAVRAS-CHAVE
Saúde pública; Atenção Primária à Saúde; Mapeamento geográfico; Integralidade em saúde

Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Av. Brasil, 4036, sala 802, 21040-361 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel. 55 21-3882-9140, Fax.55 21-2260-3782 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revista@saudeemdebate.org.br