A inserção feminina no mercado de trabalho e suas implicações para os hábitos alimentares da mulher e de sua família

The women insertion in the labour market and its implications for the food habits of women and their families

Este estudo analisou os hábitos alimentares de mulheres inseridas no mercado de trabalho formal e de suas famílias. A pesquisa foi realizada na cidade de Viçosa/MG. A amostra foi de 101 mulheres. Os dados foram obtidos através de uma entrevista fundamentada em um roteiro semiestruturado. O estudo permite concluir que qualquer mudança na família, tal como a atividade remunerada exercida pela mulher, produz um remanejamento de funções. Os hábitos alimentares, apesar de sofrerem influência da atividade remunerada exercida pela mulher, não são totalmente diferenciados dos hábitos das donas de casa quando se analisa a inserção feminina no mercado de trabalho.

Mulheres; Trabalho feminino; Hábitos alimentares


Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Av. Brasil, 4036, sala 802, 21040-361 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel. 55 21-3882-9140, Fax.55 21-2260-3782 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revista@saudeemdebate.org.br